Teatro São José reabre após oito anos desativado


teatro São José
O trabalho de recuperação do equipamento incluiu restauro de pisos, portas, mezanino e do palco ( FOTO: JL ROSA )
Após oito anos sem atividades, sendo dois deles dedicados a reformas, o Teatro São José, um dos mais emblemáticos equipamentos culturais do Estado, voltou a abrir as portas ao público, ontem (19), em Fortaleza. O prédio centenário, antes marcado por abandono, foi reinaugurado com estruturas restauradas, ampliação da área construída e programação especial de reabertura, que deve se estender até o dia 30 deste mês. A previsão é que o espaço receba atrações regulares a partir do próximo ano.
O trabalho de recuperação do equipamento incluiu restauro de pisos, portas, mezanino e do palco, que contou com instalação de nova iluminação e novo tablado. Por fora, o teatro teve a fachada resgatada em sua cor original, Amarelo Ocre, descoberta após prospecções pictóricas do reboco utilizado na parte externa da edificação. Além das reformas, o espaço foi ampliado com a construção de um prédio anexo e novas áreas.
Segundo o prefeito Roberto Cláudio, as obras foram acompanhadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde o início, para garantir a preservação de características internas e externas que remontam ao projeto original do teatro.
O teatro, conforme o gestor, passará a integrar o conjunto de equipamentos localizados no Centro da cidade, contribuindo para a promoção da cultura cearense. "Ele está no meio de um circuito de grande valor e energia cultural. Você tem o Centro Cultural Dragão do Mar, a biblioteca que o Governo deve inaugurar nesse ano, equipamentos privados, e a Caixa Cultural. Está no meio do coração mais pujantes da promoção da cultura cearense", destacou o prefeito.
Programação
O secretário de Cultura de Fortaleza, Gilvan Paiva, afirma que a obra pretende dar outra dimensão à história do teatro. O equipamento deve ter papel importante na articulação de um sistema municipal de teatros e na criação de uma escola de formação em Teatro.
Segundo Paiva, os próximos meses serão de adaptação e testes, para que, a partir de 2019, seja estrutura uma programação regular. "Vamos ter uma programação de reinauguração e a nossa previsão é que ano que vem ele esteja plenamente em atividades", ressaltou.
Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Herança do governo golpista

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo