Pular para o conteúdo principal

Maryse Condé vence 'Nobel alternativo' de literatura

ESTOCOLMO
Maryse Condé, do território francês de Guadalupe, no Caribe, recebeu o prêmio da New Academy de Literatura, criado depois que a Academia Sueca adiou o Nobel de Literatura deste ano, na tentativa de lidar com o resultado de um escândalo de abuso sexual.
A New Academy foi fundada por mais de cem figuras da cena cultural sueca no início deste ano, em resposta ao escândalo e ao adiamento do Nobel.
“Em seu trabalho, ela descreve os estragos do colonialismo e o caos pós-colonial em uma linguagem que é ao mesmo tempo precisa e envolvente”, disse a New Academy ao premiar Condé.
Ela escreveu cerca de 20 romances, incluindo "Segu" e  "Eu, Tituba: Bruxa Negra de Salem".
Pela primeira vez em décadas, o Nobel deste ano não incluiu nenhum prêmio de literatura, após um profundo desacordo e deserções na Academia Sueca, que a deixou incapaz de selecionar um vencedor.
Maryse Condé no Museu Victoria e Albert de Londres, em foto de 2015
Maryse Condé no Museu Victoria e Albert de Londres, em foto de 2015 - Adrian Dennis/AFP
A controvérsia gira em torno de Jean-Claude Arnault, marido de Katarina Frostenson, membro da academia, que foi condenado a dois anos de prisão por estupro no início deste mês. Ele nega as acusações e está recorrendo.
O caso surgiu em novembro, quando o jornal Dagens Nyheter noticiou que pelo menos 18 mulheres acusavam Jean-Claude Arnault, uma importante figura no meio cultural sueco, de assédio e agressão sexual.
A Academia Sueca nomeou dois novos membros na semana passada e está trabalhando para preencher outros lugares vazios e reconstruir a confiança.
Jila Mossaed, 70, poetisa nascida em Teerã, que escreve em sueco e persa, foi escolhida juntamente com Eric Runesson, 58, juiz da Suprema Corte sueca para comporem o quórum de 12 membros necessários para que a Academia volte a funcionar. 
F. De São Paulo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …