Pular para o conteúdo principal

Projeto Educação: professora de literatura explica diferença entre neoclassicismo e romantismo

Por G1 PE e TV Globo
 
Projeto Educação: entenda a diferença de neoclassicismo e o romantismo
Projeto Educação: entenda a diferença de neoclassicismo e o romantismo

O tema do Projeto Educação desta quarta-feira (10) foi literatura. Respondendo à pergunta de uma estudante, a professora de literatura Flávia Suassuna explicou a diferença entre os movimentos literários neoclassicista e romantista, além de suas características.
A dúvida foi enviada por Gabriela Carolina, aluna da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Fraternidade Palmarense, no município de Palmares, na Mata Sul do estado.
“Como diferenciar o classicismo do romantismo?”, questionou a estudante.
A professora explicou que tanto o neoclassicismo, também chamado de arcadismo, quanto o romantismo aconteceram entre a segunda metade do século 18 e o começo do século 19.
Nesse período, a Europa passava pela primeira revolução industrial, o que deixou as cidades muito poluídas, fazendo os movimentos fugirem para a natureza. "Por meio da arte, essas duas escolas fugiram da cidade para a natureza. Uma natureza idealizada", afirmou Flávia.
A aluna Gabriela Carolina enviou uma pergunta sobre literatura para o Projeto Educação — Foto: Reprodução/WhatsApp
 
A aluna Gabriela Carolina enviou uma pergunta sobre literatura para o Projeto Educação — Foto: Reprodução/WhatsApp

Segundo a professora de literatura, no entanto, a natureza árcade [do neoclassicismo] e a natureza do romantismo eram idealizadas de maneiras diferentes.
A árcade tinha características clássicas, como a presença de pastores e ovelhas em ambientes equilibrados. Já na natureza romantica, que aconteceu um pouco mais tarde, no conceito de independência do Brasil, existem elementos do país e tropicais, como araras, índios, jandaias e o mar verde.
“A Natureza é idealizada, mas elas são diferentes. No arcadismo ela é clássica, e no romantismo ela é brasileira”, concluiu a professora de literatura Flávia Suassuna.

Participe

A novidade da 14ª temporada do Projeto Educação é que os estudantes podem mandar perguntas ao time de professores. Os interessados devem enviar um vídeo para o WhatsApp da TV Globo, no número (81) 98181.2222, com a #educacao. É importante que o vídeo seja gravado com o celular deitado, na horizontal, para facilitar a visualização.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08