Cine Ceará Itinerante percorre 20 cidades do Ceará até 16 de dezembro

Nova Iorque, de Leo Tabosa (Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e Prêmio da Crítica/Júri Abraccine). Foto: Divulgação
Nova Iorque, de Leo Tabosa (Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e Prêmio da Crítica/Júri Abraccine). Foto: Divulgação
Festival Ibero-americano de Cinema vai percorrer o interior do Ceará até 16 de dezembro, com os seis curtas-metragens vencedores da edição deste ano, incluindo o curta do projeto Enel Compartilha Animação. O Cine Itinerante – 28º Cine Ceará fará exibição das produções em 20 municípios do estado.
A circulação começa pela cidade de Maracanaú, no dia 26 de novembro. Ainda neste mês a mostra segue para Maranguape (27.11), Horizonte (28.11), São Gonçalo do Amarante (29.11) e Paracuru (30.11).
Em dezembro o Cine Itinerante – 28º Cine Ceará passará por Beberibe (02.12), Fortim (03.12), Itaiçaba (04.12), Amontada (05.12), Acaraú (06.12), Granja (07.12), Quixeré (08.12), Limoeiro do Norte (09.12), Eusébio (10.12), Pacatuba (11.12), Sobral (12.12), Quixadá (13.12), Russas (14.12), Aquiraz (15.12) e Guaiúba (16.12).
O festival é financiado pela Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura e tem parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior e o CENTEC (Maracanaú, Maranguape, São Gonçalo do Amarante, Beberibe, Fortim, Itaiçaba, Amontada, Acaraú, Granja, Quixeré e Limoeiro do Norte). Apoio: Secretarias Municipais de Cultura de Horizonte, Eusébio, Pacatuba, Aquiraz e Guaiúba, e Campus UFC de Sobral, Quixadá e Russas.
  • Nova Iorque, de Leo Tabosa (Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e Prêmio da Crítica/Júri Abraccine)
  • O Vestido de Myriam, de Lucas Rossi (Melhor Direção da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem; Prêmio Olhar Universitário; Troféu Samburá – Melhor Curta-metragem; Prêmio Aquisição Canal Brasil).
  • Só Por Hoje, de Sabrina Garcia (Melhor Roteiro da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem)
  • A Canção de Alice, de Barbara Cariry (Melhor Produção Cearense da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem)
  • Plantae, de Guilherme Gehr (Troféu Samburá – Melhor diretor de curta-metragem)
  • Vila (de alunos do projeto Enel Compartilha Animação)

Tribuna do Ceará

Comentários

Mais Visitadas

Além das aparências

O STF é uma vergonha

Aluno cearense que criou app para conservação de açude recebe Prêmio Jovem Cientista

Compositor e executivo estreia na literatura com narrativas improváveis

Cearense ganha prêmio de fotografia da Aliança Francesa e vai para Paris com tudo pago