Dos cinco brasileiros premiados na Olimpíada de Astronomia, dois são de Fortaleza

Fortaleza foi a única cidade brasileira com dois participantes (FOTO: Divulgação)
A equipe brasileira que disputou a 12ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA), em Pequim, na China, conquistou 4 medalhas (uma de prata e três de bronze) e uma menção honrosa. Trata-se do melhor desempenho brasileiro no evento desde 2013.
Dos cinco integrantes da equipe, dois são de Fortaleza: João Gabriel Stefani, medalha de bronze, e Sarah Melo, que recebeu menção honrosa. Bruno Piazza, de Campinas-SP, ganhou a medalha de prata, e Lucas Pinheiro, de Marília-SP, e Juventino Fonseca, do Recife, também ficaram com o bronze.
A Olimpíada aconteceu de 3 a 11 de novembro e reuniu 203 estudantes de 38 países. Foram realizadas provas teóricas, práticas e de análise de dados. A delegação foi acompanhada pelos astrônomos Eugênio Reis e Gustavo Rojas.
Os estudantes foram selecionados dentre os mais de 90 mil participantes da prova de nível IV da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) em 2017, e passaram por três semanas de treinamento intensivo com astrônomos em Vinhedo-SP durante o primeiro semestre de 2018.
A OBA é realizada por astrônomos membros da Sociedade Astronômica Brasileira com apoio do CNPq, da Agência Espacial Brasileira, Avibras, Visiona e Unip. Este ano, a viagem à China só foi possível graças ao edital de apoio ofertado pela Finep.

Tribuna do Ceará

Comentários

Mais Visitadas

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

Herança do governo golpista

Catedral de Notre-Dame, em Paris, sofre incêndio na tarde desta segunda-feira