Dos cinco brasileiros premiados na Olimpíada de Astronomia, dois são de Fortaleza

Fortaleza foi a única cidade brasileira com dois participantes (FOTO: Divulgação)
A equipe brasileira que disputou a 12ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA), em Pequim, na China, conquistou 4 medalhas (uma de prata e três de bronze) e uma menção honrosa. Trata-se do melhor desempenho brasileiro no evento desde 2013.
Dos cinco integrantes da equipe, dois são de Fortaleza: João Gabriel Stefani, medalha de bronze, e Sarah Melo, que recebeu menção honrosa. Bruno Piazza, de Campinas-SP, ganhou a medalha de prata, e Lucas Pinheiro, de Marília-SP, e Juventino Fonseca, do Recife, também ficaram com o bronze.
A Olimpíada aconteceu de 3 a 11 de novembro e reuniu 203 estudantes de 38 países. Foram realizadas provas teóricas, práticas e de análise de dados. A delegação foi acompanhada pelos astrônomos Eugênio Reis e Gustavo Rojas.
Os estudantes foram selecionados dentre os mais de 90 mil participantes da prova de nível IV da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) em 2017, e passaram por três semanas de treinamento intensivo com astrônomos em Vinhedo-SP durante o primeiro semestre de 2018.
A OBA é realizada por astrônomos membros da Sociedade Astronômica Brasileira com apoio do CNPq, da Agência Espacial Brasileira, Avibras, Visiona e Unip. Este ano, a viagem à China só foi possível graças ao edital de apoio ofertado pela Finep.

Tribuna do Ceará

Comentários

Mais Visitadas

QUALIDADE DA EDUCAÇÃO EM XEQUE

Em tempos de crise, ideias criativas fazem a literatura circular pelo Brasil

MinC habilita entidades que farão arrecadação no cinema

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

Uma vida que se torna festa