Literatura de cordel tem espaço especial na Feira do Livro de Porto Alegre

Literatura de cordel tem espaço especial na Feira do Livro Crédito: Pedro Heinrich / Divulgação / CP

Literatura de cordel tem espaço especial na Feira do Livro Crédito: Pedro Heinrich / Divulgação / CP

Correio do Povo
Quem visitar a 64ª Feira do Livro de Porto Alegre poderá entrar em contato com a literatura de cordel, reconhecida como patrimônio cultural imaterial do Brasil. Uma cordelteca e uma exposição ficarão abrigadas até o dia 18 de novembro na Biblioteca Moacyr Scliar (andar térreo do Memorial do Rio Grande do Sul). A exposição aborda a trajetória do autor paraibano Leandro Gomes de Barros. A mostra foi organizada em 2015 pelo Museu de Arte Popular da Paraíba, de Campina Grande, sob a curadoria de Joseilda de Souza Diniz, entre as comemorações do sesquicentenário de nascimento do pioneiro autor. Já o projeto itinerante Cordelteca Leandro Gomes de Barros participa do evento com dezenas de exemplares de mais de 50 autores. As obras foram trazidas diariamente da Paraíba, o berço do cordel.

Notícias R7

Comentários

Mais Visitadas

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

O Irmão Carlos de Foucauld

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP