Pular para o conteúdo principal

TRÊS MOTIVOS - Dom Delgado

A imagem pode conter: 1 pessoaTRÊS MOTIVOS pessoais também concorrem para nunca vir a deixar de escrever.
APRENDI COM o Cardeal Mercier, primaz da Bélgica, de santa memória, quando eu ainda era estudante de teologia, que a única maneira de meditar, para o homem moderno, o padre em particular, é escrever. As ocupações e as dificuldades do apostolado tomam-nos a mente e o coração de tal forma que nos deixam incapazes de recolhimento, se não lançamos mão desta poderosa arma de concentração. O conselho do velho mestre serviu-me até hoje.
A OUTRA razão vem-me da experiência. Escrevendo redimo-me de toda e qualquer preocupação amoladora. Supero toda e qualquer tristeza. Alimento-me, conservo o bom humor e o otimismo. Não perco a esperança em nenhuma emergência. Sinto-me dono de mim mesmo. Dou a mais eficaz rasteira no desânimo e caminho para a frente.
OS ABORRECIMENTOS já se constituíram hábito em minha vida, prestam-me excelente serviço, concentram-me, impelem-me para a meditação e eu as escrevo, bendizendo a quem me provocou o arrepio momentâneo e inofensivo.

DELGADO, José de Medeiros. O cristão, a vocação e a prática do amor. Fortaleza, 1969.


Bispo de Caicó (1941 a 1951), Arcebispo de São Luís do Maranhão (1951 a 1963) e Arcebispo de Fortaleza (1963 a 1973).

Bela crônica, enviada pelo historiador,
Padre Gleiber Dantas de Melo, da Diocese de Caicó (RN)

Livros escritos por 
DOM JOSÉ DE MEDEIROS DELGADO
(1905-1988)

Como bispo diocesano de Caicó (RN):
1. Vida Cristã, Paróquia, Ação Católica (Primeira Carta Pastoral, 1941)
2. Ação Social (1942)
3. Mistério da Vida Cristã (Segunda Carta Pastoral, 1943)
4. Amor Fraterno (Terceira Carta Pastoral, 1949)

Enquanto arcebispo de São Luís (MA):
5. A Igreja e os Sacramentos (Quarta Carta Pastoral, 1952)
6. A Magia do Amor (1952)
7. Leis do Amor (1953)
8. Maria, Sacerdócio e Eucaristia (Quinta Carta Pastoral, 1954)
9. O homem e a comunidade (1956)
10. Faculdade de Ciências Médicas do Maranhão (1957)
11. Mensagem de Pentecostes (1958)
12. Problema da Terra (1958)
13. Mistério da Igreja (1963)
14. Problema do Desemprego (1963)

Sendo arcebispo de Fortaleza (CE):
15. Reflexões sobre a santidade (1965)
16. Juazeiro, Padre Cícero e Canindé (1968)
17. Evangelho, Fé e Concílio (1968)
18. O homem, o sacerdócio e o sexo (1969)
19. Igreja, fé e pastoral (1969)
20. O cristão, a vocação e a prática do amor (1969)
21. Páscoa de 1969
22. Padre Cícero, mártir da disciplina (1970)
23. Igreja, liberdade e mundo moderno (1970)
24. Testemunho (1970)
25. Pastoral, missão de amor (1971)
26. Pedaços de mim mesmo (1973)

Depois de tornar-se emérito:
27. Memórias da Graça Divina (1978)
28. Deus e a Igreja em você (1979)
29. Tapete de Mistérios (1980)
30. O teu ser (1981)
31. Somos irmãos (1982)
32. Carta a um amigo excomungado (1983)
33. Carta do amor (1986)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…