Pular para o conteúdo principal

Novo aplicativo de mobilidade urbana chega a Fortaleza com serviço exclusivo para mulheres

Mais um aplicativo de mobilidade urbana começou a atender em Fortaleza. Dessa vez, a proposta é diversificar as categorias oferecidas e garantir as melhores tarifas ao longo do dia. A Moobi conta com serviços de carro comum, executivo, mototaxi, motofrete, espaço para pets e bebês, além de opção voltada para o público feminino, que se sente mais à vontade em poder escolher motoristas do mesmo sexo.
 
Em atuação em outras cidades, como Balneário Camboriú, Recife, Belo Horizonte, Goiânia e Belém, o aplicativo já possui mais de 300 mil usuários e 80 mil cadastrados em todo o Brasil. De acordo om a Moobi, o aplicativo está com valores mais em conta que a concorrência em 80% do dia.
 
Para os motoristas, o grande diferencial é o plano de negócio da empresa, o mais rentável do mercado. “Cobramos somente uma assinatura mensal do motorista, no valor de R$ 300,00, o que corresponde a 15% de R$ 2000,00 – nossa base de faturamento bruto médio por parceiro. Quantias faturadas acima dessa média serão 100% lucro do profissional. Caso não atinja esse montante, continua pagando apenas 15% do valor que for obtido em suas corridas”, comenta Gervasio Morgado, CEO da Moobi.
 
Além dessa vantagem, os motoristas cadastrados também têm acesso ao cloudcash (Moobônus), que funciona da seguinte forma: a partir de uma meta estipulada, os profissionais que conseguirem alcançá-la, ganharão, juntos, o “Pote”, que nada mais é que uma premiação em dinheiro arrecadada a partir de corridas realizadas em cartão, o que significa 2% de todas as corridas do aplicativo durante o mês. Um pote de 2% também é disponibilizado a passageiros e outro de 1% para parceiros comerciais.
 
O aplicativo oferece diversas categorias aos usuários, entre elas: carro flex, opção de serviço para quem precisa de transporte para compromissos rotineiros ou reuniões de trabalho; carro trip, alternativa de locomoção para situações nas quais haja necessidade de um carro mais espaçoso para transporte de bagagens;carro TOP, carros de luxo para melhor atender o cliente em casos de eventos importantes; taxi, se o passageiro tiver preferência por táxi, a Moobi também está preparada para atender a essa solicitação; moto-rápido, para situações de urgência e maior agilidade na locomoção; pet, a alternativa para quem deseja transportar o pet com respeito e conforto; baby,  para as mamães e papais que precisam transportar o filho com todo o cuidado e segurança; acessível, para pessoas que possuem necessidades especiais; e girl, opção voltada 100% para o público feminino que se sente mais à vontade em poder escolher motoristas do mesmo sexo. 
 
Feito por um brasileiro, o aplicativo foi desenvolvido pelo coordenador do CTO da empresa, Lucas Mousinho. Para os usuários, ele já está disponível para download no Android e IOS. Para os motoristas, até o momento, o aplicativo está disponível somente na versão Android. 
 
Lançado em agosto de 2018, a empresa busca firmar presença em todo o País. Sua meta para 2019 é garantir 70% do mercado nacional, oferecendo um serviço de qualidade e inúmeros benefícios aos usuários e motoristas. Recentemente, Gervasio Morgado firmou sociedade com o Grupo Massa, do apresentador Ratinho, no Paraná.
 
De acordo com a Moobi, o aplicativo dispõe de mecanismos que garantem a segurança dos usuários.
 
Ao solicitar o cadastro, o motorista precisa apresentar um “nada consta” de antecedentes criminais e estar com a documentação pessoal e do veículo em dia. Além disso, todas as rotas são acompanhadas pelo sistema da empresa.
 
O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…