Pular para o conteúdo principal

O que você quer para 2019?

Se vamos para frente, coisas ficam para trás (parece óbvio, mas talvez você tenha se esquecido disso)

Quando falamos sobre o que desejamos para o próximo ano, é necessário entendermos que algumas coisas, importantes, obviamente ficarão para trás. E é o nosso papel, facilitar o encerramento de um ciclo que possa ter durado anos, para que um novo ciclo se inicie. Um ciclo melhor, e ainda mais bonito.
Hoje, ao visitar um lugar que me traz sempre tantas lembranças, me peguei pensando em como tudo mudou. O tudo já não está mais no mesmo lugar e não é mais como há 8 anos atrás. O céu ainda continua azul, mas não é mais o mesmo. As estradas deste pequeno lugar são as mesmas, mas já não passo por elas e não observo as estrelas acompanhada como antes. Confesso que essa percepção me causou certa angústia e ansiedade, afinal, eu amava o que tudo isso significava para mim há oito anos.
Ao permitir com que a angústia fizesse o seu papel dentro do meu coração, consegui finalmente me libertar de um ciclo e de um amor que eu vivia há muitos anos e que, pela falta de um encerramento, não havia qualquer espaço dentro de mim para que outro, começasse.
Todos nós sabemos que o encerramento de qualquer ciclo dói; porém, o encerramento de um ciclo que durou tanto tempo e que significou tanto, simplesmente tem o poder de nos despedaçar e de nos tirar completamente o ar.
Quando decidimos por encerrar um ciclo significativo, é necessário que tenhamos o conhecimento de que vamos bancar sim, muitas vezes, a solidão. Porém, não devemos esquecer de que, apesar da dor de um ciclo encerrado e da frustração pelo fato de nada mais ser como antes, coisas boas hão de chegar se abrirmos caminho e o coração.
Felizmente, hoje, eu encarei a dor e a coragem de encerrar um ciclo que significou tudo para mim durante oito anos, simplesmente por querer um 2019 diferente e repleto de amor.
Hoje, decidi (re) começar. Decidi finalmente abrir meu coração e consequentemente um novo ciclo, para que a vida em 2019 se sinta muito bem-vinda para me trazer tudo de melhor que ela pode me oferecer. Hoje, eu optei pela esperança e pela alegria da espera!
Desejo a você, que leu esse texto até aqui, que também possa encarar a dor do encerramento de um ciclo tão significativo – se necessário – com coragem. Mas que, acima de tudo, receba com a esperança e com a alegria todas as coisas boas que os caminhos que você mesmo abriu com terna coragem, te trarão em 2019.
Você, está preparado para avaliar o que é essencial para que você deixe a vida te surpreender em 2019?
Se sim, meu amigo(a), a vida te recompensará da forma mais bonita possível. Você será recompensado pela grande coragem e terna esperança!
Vamos adiante, em 2019!
Que não nos faltem paz, amor e esperança de um ciclo e de uma vida melhor!

Aleteia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08