“Senhor carteiro, pode levar esta carta para o meu papai no céu?”

"Hoje é o aniversário do meu pai. Obrigado"

LETTER DAD
O Royal Mail, serviço de correios do Reino Unido, recebeu de um menino da Escócia o seguinte pedido:
“Sr. Carteiro, você pode levar isto para o céu para o aniversário do meu pai? Obrigado”
Dentro do envelope que continha essas instruções de entrega havia um cartão escrito por Jase Hyndman, de 7 anos, para o seu paiJames, que faleceu em maio de 2014, quando o filhinho tinha apenas 3 anos – e, mesmo assim, Jase e sua irmã Neive, que hoje tem 10 anos, continuaram celebrando o aniversário do papai com saudades e esperanças.
A resposta do Royal Mail comoveu a mãe das crianças, Teri Copland, que compartilhou a história em seu perfil no Facebook. Centenas de milhares de internautas “curtiram”.
Os correios britânicos responderam a Jase mediante uma carta assinada por Sean Milligan, gerente assistente de entregas. Ele “conta” ao menino que o seu cartão de aniversário foi entregue ao seu pai:
“Foi um desafio difícil desviar de estrelas e outros objetos galácticos a caminho do céu. A prioridade do Royal Mail é entregar as correspondências dos nossos clientes em segurança. Eu sei o quanto isso é importante para você. Vou continuar fazendo tudo o que puder para garantir as entregas no céu com segurança”.
Teri Copland, a mamãe, comentou:
“Não tenho palavras para descrever o quanto ele ficou emocionado ao saber que o pai tinha recebido o cartão. Ele estava deslumbrado! Ficava repetindo: ‘Meu papai recebeu a minha carta, mamãe’! Eu quero que as pessoas percebam que um pequeno gesto de gentileza pode ter um impacto fantástico na vida de alguém. O Royal Mail realmente fez parte disso e isso que me confortou muito. Eles restauraram a minha fé na humanidade”.
Aleteia 

Comentários

Mais Visitadas

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Herança do governo golpista