Pular para o conteúdo principal

Kumbh Mela: começa o mais concorrido festival religioso do mundo

Organizadores preveem o comparecimento de quase 100 milhões de fiéis em celebração de 48 dias.
Ascetas hindus cobertos de cinzas caminham em procissão durante o festival Kumbh Mela, em Allahabad em 15 de janeiro de 2019
Ascetas hindus cobertos de cinzas caminham em procissão durante o festival Kumbh Mela, em Allahabad em 15 de janeiro de 2019 (AFP)

Dezenas de milhões de hindus participaram nesta terça-feira do Kumbh Mela, a festa religiosa que reúne o maior número de fiéis do mundo, para realizar suas abluções nos sagrados rios do norte da Índia.
Os organizadores preveem o comparecimento de quase 100 milhões de fiéis nesta celebração de 48 dias em Allahabad, uma cidade do norte do país que os nacionalistas hindus querem batizar de Prayagraj porque acham que o nome soa muçulmano demais.
Nela convergem o Ganges e o Yamuna e, segundo a religião hindu, o mítico rio Sarasvati.
Para alojar esta maré humana, sobretudo nos dias considerados de bom presságio devido às abluções coletivas nos chamados "banhos reais", foram montados acampamentos nas margens dos rios. Uma autêntica cidade de barracas de camping animada por restaurantes e mercados.
O festival é realizado entre mantras, rituais e procissões de ascetas nus cobertos de cinzas.
Para os hindus, mergulhar nas águas durante esta congregação permite purificar os pecados.
"Esta peregrinação me traz paz e é uma ocasião para refletir sobre minha vida", disse à AFP Sangeeta Gangotri, que percorreu mais de 600 quilômetros a partir do centro da Índia para chegar a Allahabad.
Le Kumbh Mela ("festival da jarra" em hindu) é celebrado de três em três anos rodando por quatro cidades: Allahabad, Haridwar, Nashik e Ujjain. As duas primeiras também recebem os Kumbh Mela intermediários ("ardh"), como o de 2019.
"As pessoas, sobretudo nas cidades, estão se tornando cada vez mais religiosas porque o modo de vida ocidental que seguiam não as levava a lugar nenhum", estima Ganeshanand Bharamachari, um peregrino de 78 anos que faz o possível para não perder os Kumbh Mela.
O governo do estado de Uttar Pradesh, controlado pelos nacionalistas hindus do primeiro-ministro, Narendra Modi, e dirigido por um clérigo radical, promoveu amplamente o evento, a poucos meses das eleições legislativas de abril e maio.
As autoridades mobilizaram quase 30.000 membros das forças de segurança com motivo do Kumbh Mela, um festival incluído em 2017 pela Unesco na lista de patrimônio cultural imaterial.

AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…