Triste amor

Por 
Nesse texto, fugindo dos temas filosóficos (onde a lógica de viver considera a dialética da causa e efeito), políticos (que envolve a análise dos processos de Estado e de Governo para assegurar justiça, direitos e obrigações), econômicos (consistindo nos exames da oferta, da demanda, da incerteza, do risco e outros), etc, tentamos mostrar a ansiedade e o sofrimento de um homem apaixonado que não foi correspondido por sua amada (Alice). 
A ideia central foi extraída do poema em prosa “Três Horas” de nossa autoria e constante, inicialmente, do livro “Amor e Dor”. Alice era uma moça bem intencionada, esperava plantar sementes de amor, pois assim sua vida ficaria mais interessante. Essa história de amor, talvez paixão, não apresentou um final feliz. Eis, a seguir, as sete estrofes do mencionado poema prosa:
1. Estou no restaurante sozinho; são três horas; já está tarde pra jantar; Alice ainda não chegou. 2. Ainda virá? Pergunto-me; além da fome, sinto sua falta; gostaria de depois amar. 3. Já é tarde, são três horas, madrugada triste; ao lado, um casal bebendo e feliz; com certeza aguardam bons momentos. 4. Em outra mesa quatro boêmios cantam Lupicínio; “Nunca”, “Vingança”, “Volta”, “Cadeira Vazia”... 5. Meu coração sofre, são três horas; à minha frente uma cadeira vazia; Alice não mais virá. 6. Vou-me embora, abatido; não bebi e não beberei; sóbrio, enfrentarei a decepção; Alice está com outro amor. 7. Já são mais de três horas; magoado e cabisbaixo; vou caminhando para casa; pensando, quase chorando; Alice me abandonou. 

Assim, diante da realidade, disse a mim mesmo: para conquistar o coração de uma mulher, devo primeiro alterar o meu, bem como ter a consciência de que a compreensão e a tolerância permitem alcançar a paz. Lembrei-me de Fernando Pessoa: “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”.

Comentários

Mais Visitadas

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

Herança do governo golpista

Catedral de Notre-Dame, em Paris, sofre incêndio na tarde desta segunda-feira