Pular para o conteúdo principal

Abertura do “Ano Cultural Sérvulo Esmeraldo” ocorre na quarta-feira (27/2)

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, e o Instituto Sérvulo Esmeraldo, realizam na próxima quarta-feira (27/2), às 19h, no Cineteatro São Luiz, a solenidade de abertura do ano Cultural Sérvulo Esmeraldo no Ceará. A data é celebrada em alusão aos 90 anos que o artista completaria em 2019. A programação, gratuita e aberta ao público, conta com cerimonial celebrativo, apresentação musical e a exibição do documentário “Sérvulo Esmeraldo: o espaço no infinito” (produzido pelo Cine Group).
A ação se destina a prestar homenagem “in memoriam” para Esmeraldo, um bravo e pioneiro artista; inventor reconhecido nacionalmente e internacionalmente como desenhista, escultor, gravador, ilustrador e pintor cearense. Sérvulo sempre foi preocupado em difundir a cultura no Estado do Ceará e fez uso de seu prestígio como artista internacional, agindo em defesa da política cultural, bem como da classe artística.
“Declarar o ano de 2019 como o Ano Cultural Sérvulo Esmeraldo não trata-se de uma simples homenagem e sim de um ato justo de reconhecimento a um artista inigualável, que mostrou ao mundo a cultura Cearense, projetando o estado internacionalmente, destacando-o na história da arte dos séculos XX e XXI”, ressalta o secretário da Cultura Fabiano Piúba. Este reconhecimento se dará também em forma de lei. Para tanto, será enviado, pelo Governador do Estado, Camilo Santana, um Projeto de Lei a ser votado pela Assembleia Legislativa, cuja finalidade é instituir 2019 como o Ano Cultural Sérvulo Esmeraldo.
Sobre Sérvulo Esmeraldo
O Grande artista visual cearense e universal Sérvulo Esmeraldo, o poeta das linhas, tinha o mundo por ateliê. Faleceu em 2017, aos 88 anos, deixando um grande legado nas diversas técnicas e linguagens que atuou, reconhecido graças aos seus incansáveis esforços como artista dos traços, das linhas, como um eterno brincante com a luz. Seu talento atraiu a atenção do meio cultural e a classe artística ainda na adolescência, quando iniciou seus trabalhos com a xilogravura, seguida pela pintura quando integrou a Sociedade Cearense de Artes Plásticas, a histórica SCAP.
Sua obra é a síntese de uma vida trabalhada no Brasil e na Europa. Desde a primeira exposição realizada no Crato em 1951, o artista que viria a se tornar uma referência na história da arte brasileira, alçou voo na Europa, construindo uma sólida carreira na famosa Escola de Paris, primeiramente como gravador, e depois como o artista cinético detentor de uma obra extremamente original, que chamou de “Excitáveis”. Em Fortaleza, Sérvulo Esmeraldo notabilizou-se, sobretudo, como o artista das grandes esculturas expostas a céu aberto na capital cearense. São dele alguns marcos importantes da cidade, a exemplo do Monumento ao Interceptor Oceânico, considerada a primeira escultura contemporânea brasileira, instalada na Praia do Náutico, a escultura composta por cinco quadrados paralelos, na entrada do Campus do Pici, dentre outras mais de 30 obras de tal magnitude. Com centenas de exposições realizadas no Brasil e no exterior, e participação em importantes Salões, Bienais e outras coletivas nacionais e internacionais, sua obra está representada em museus brasileiros e estrangeiros
:: 2019 Ano Cultural Sérvulo Esmeraldo
Abertura no Cineteatro São Luiz
Dia: 27/02/2019
às 19h
Atividade gratuita e aberta ao público. 

Secult Ce

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08