Pular para o conteúdo principal

Mostra inédita de Paul Klee começa quarta-feira em São Paulo

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) abre na próxima quarta-feira (13) a temporada brasileira da exposição Paul Klee – Equilíbrio Instável, com a primeira parada na cidade de São Paulo. Com uma obra que estabelece interseções com diversos movimentos artísticos, como o cubismo, o expressionismo, o construtivismo e o surrealismo, Klee ganha, pela primeira vez na América Latina, uma exposição com mais de 100 peças. 
Ao todo, são 16 pinturas, 39 papéis, cinco gravuras, cinco fantoches - que criou, por uma década, para seu filho Felix, com carretéis de linha, tomadas e ossos de boi fervidos -, 58 desenhos e objetos pessoais do artista, todos selecionados pela curadora Fabienne Eggelhöfer, do Zentrum Paul Klee, de Berna, na Suíça. Sediada na cidade onde Klee nasceu, viveu a infância e parte significativa da vida adulta, o museu mantém atualmente sob sua guarda mais de 4 mil obras produzidas pelo artista. 
Paul Klee - Equilíbrio Instável
Paul Klee - Equilíbrio Instável - Paul Klee/Direitos reservados
Segundo a diretora executiva da Expomus, empresa produtora da exposição, Roberta Saraiva, algumas das obras do pintor já puderam ser conferidas durante a 2ª Bienal de São Paulo, de 1953. O evento, que ficou conhecido como a "Bienal de Guernica", por exibir a famosa tela de Pablo Picasso, também levou ao público cerca de 60 obras de Klee. 
Além do artista malaguenho, Klee cruzou, durante sua vida, com outras personalidades de renome, como o pintor e escritor Wassily Kandinsky. Klee e o russo tornaram-se colegas na escola alemã de vanguarda Bauhaus, fechada pelo governo nazista - o mesmo regime autoritário que classificou como "degenerado" o trabalho do pintor suíço.
Dado a explorar os recônditos da mente e das emoções, Klee buscou sempre franquear a liberdade de suas expressões - seja ao não desistir das artes plásticas, ao prosseguir em seu processo formativo mesmo tendo sua inscrição na academia rejeitada na Alemanha, seja ao questionar tendências da arte pictórica, acolhendo o que qualificasse pertinente para o que entendia como equilíbrio. 
"Ele é um artista super importante, que deu origem a vários movimentos, mas que nunca recebeu um rótulo, uma sigla com a qual tenha se identificado. É uma espécie de pai de todos, um artista fundamental para a arte moderna no mundo", diz Roberta, destacando a natureza independente de Klee. "É a primeira vez que ele, tão fundamental, chega aqui de fato com uma retrospectiva. Quem visitar [a exposição] vai saber quem ele é, qual o seu percurso."
Viabilizada pela Lei Rouanet, a exposição terá nas três unidades do CCBB - São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte - entrada gratuita. Os ingressos poderão ser reservados antecipadamente no site Eventim.
Serviço
Exposição Paul Klee – Equilíbrio Instável
CCBB São Paulo: 13 de fevereiro a 29 de abril
CCBB Rio de Janeiro: 15 de maio a 12 de agosto
CCBB Belo Horizonte: 28 de agosto a 18 de novembro
Entrada gratuita
Agência Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…