Pular para o conteúdo principal

VII Festival Internacional de Folclore começa nesta quinta (7), no Vale do Jaguaribe

O Festival será realizado de quinta a domingo (7 a 10), com ampla e gratuita programação em Alto Santo, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Quixeré, Russas e Tabuleiro do Norte. (Foto: Luiz Alves)
Cerca de 300 artistas de 10 Grupos de Projeção Folclórica de abrangências local e nacional, Grupo de Etnia e Grupo Internacional se apresentarão e levarão ações formativas para escolas, ginásios, faculdades e centros culturais do Vale do Jaguaribe durante o VII Festival Internacional de Folclore do Ceará, que tem início nesta quinta-feira (7) e segue até domingo (10), com o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, via Secretaria da Cultura (Lei Estadual Nº 13.811 – Mecenato Estadual). Esse ano, o Festival acontecerá nas cidades de Alto Santo, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Quixeré, Russas e Tabuleiro do Norte. Na programação, completamente gratuita, apresentações musicais, de dança folclórica e comercialização de artesanato, literatura de cordel e gastronomia regional.
Além de valorizar as tradições, a pesquisa e a experimentação, o Festival promoverá o encontro entre as mais distintas manifestações culturais e trará reflexões sobre as danças folclóricas em um contexto internacional, por meio do qual será possível conhecer aspectos da trajetória de um povo e ampliar conhecimentos. A população da região também poderá participar das ações formativas, que incluem aulas-show, vivências e exposições, valorizando a cultura popular e fortalecendo o Ceará como cena internacional da dança, arte e cultura.
“Depois de subirmos a serra na edição anterior, decidimos este ano levar o Festival Internacional de Folclore do Ceará para o Vale do Jaguaribe, uma região riquíssima em tradições, cultura, história, turismo e gastronomia. Acreditamos que haverá uma intensa troca cultural entre os grupos convidados e os moradores da região, que poderão desfrutar de ampla programação, gratuita e aberta ao público”, avalia Sheila Fernandes, Coordenadora do Festival. A expectativa é atingir um público de 15 mil pessoas durante os quatro dias de evento, nos diversos espaços ocupados, que terão a oportunidade de desfrutar do rico intercâmbio artístico-cultural.
Entre as atividades que serão desenvolvidas, o Educar com Folclore levará a escolas aulas-show realizadas pelos grupos participantes, que explicarão a origem da dança, a musicalidade regional, os costumes da sua região de origem, a cultura, os adereços e figurinos usados na apresentação, bem como a geografia e história da cidade, possibilitando a troca de conhecimento, a disseminação da cultura, a transmissão de valores, além da fruição. Os Seminários são ideais para aqueles que querem se aproximar, investigar, ouvir e participar de experiências e saberes entre profissionais da cultura popular convidados.
O Folclore Itinerante irá inserir as comunidades na programação de apresentações e aulas-shows do festival, contemplando um público que, geralmente, não tem oportunidade de desfrutar de programações culturais oferecidas nas cidades participantes, democratizando e descentralizando o acesso à cultura. Haverá, ainda, Vivências e Oficinas, promovendo troca de conhecimentos culturais entre os grupos participantes, com roda de conversa, experimentações de dança e instrumentação musical, costumes e expressões da cultura de cada lugar, visando à interação e integração entre os grupos.
Representando o Ceará, participarão do VII Festival Internacional de Folclore do Ceará a Companhia de Ritmos e Danças Populares – CORDAPES, Grupo de Dança Tablado, Grupo Oré Anacã – Grupo de Danças da UFC, Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão (Senador Pompeu) e Txai Cia de Danças Populares, que será homenageada nesta edição. Da Paraíba, virá a Tropa de Danças Regionais; de Pernambuco, o Grupo de Xaxado Cabras de Lampião; do Pará, o Grupo Parafolclórico Asa Branca; de São Paulo, o Grupo Apolo de Danças Gregas; e do Paraguai, o Grupo Paraguay Ete Villa Elisa. Entre as atrações, haverá ainda a Coroação das Rainhas dos Maracatus Cearenses : Az de Ouro, Nação Baobab, Nação Iracema, Reis de Paus e Vozes da África, todos de Fortaleza.
Em reconhecimento pelos trabalhos de fortalecimento da cultura popular, o Festival irá homenagear em 2019 a Txai Cia de Danças Populares, que acaba de completar 18 anos de atividades; e o pesquisador Clerton Martins, professor-titular do curso de Psicologia da Unifor, doutor em Psicologia pela Universitat de Barcelona e pós-doutorado em Estudos do Ócio pela Universidad de Deusto, na Espanha.
O VII Festival Internacional de Folclore do Ceará é uma realização da EnCena Produções em parceria com as Prefeituras Municipais de Limoeiro do Norte e de Morada Nova, Colégio Diocesano Padre Anchieta, Academia Limoeirense de Letras, Universidade Estadual do Ceará (UECE) / FAFIDAM, Brisanet, Doces Limoeiro e Multiplac; apoio do Conselho Internacional de Dança (Cid-Unesco), Organização Internacional de Folclore e Arte Popular (IOV), Comissão Nacional de Folclore, Comissão Cearense de Folclore e Associação Txai Cultura e Arte; e promoção do Instituto União de Arte, Educação e Culturas Populares. O Festival tem o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, via Secretaria da Cultura (Lei Estadual Nº 13.811 – Mecenato Estadual). Agradecimentos à Enel.
Serviço:
VII Festival Internacional de Folclore do Ceará
Data: De 7 a 10 de fevereiro de 2019
Local: Vale do Jaguaribe (CE)
Programação* gratuita

07 DE FEVEREIRO DE 2019 (QUINTA-FEIRA)
EDUCAR COM FOLCLORE
09h00 – Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
Local: E. E. F. Profª Maria Elvanisa Moura Freitas Silva (Cidade Alta – Limoeiro do Norte – CE)
09h30 – Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
Local: Escola Normal Rural de Limoeiro (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
SEMINÁRIO
09h00 – SABERES E FAZERES CULTURAIS: Segmentos e Concepções
Local: Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos – FAFIDAM (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
CORTEJO CULTURAL
16h00 – Concentração
Local: Praça Nossa Senhora de Assunção / Praça do Banco do Nordeste (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
PALCO PRINCIPAL – POLO LIMOEIRO DO NORTE
19h30 – Abertura VII Festival Internacional de Folclore do Ceará
– Coroação das Rainhas dos Maracatus Cearenses: Az de Ouro, Nação Baobab, Nação Iracema, Vozes da África (Fortaleza – CE), Nação Jaguaribe (Limoeiro do Norte – CE)
– Companhia de Ritmos e Danças Populares – CORDAPES (Fortaleza – CE)
– Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
– Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
– Grupo Oré Anacã – Grupo de Danças da UFC (Fortaleza – CE)
– Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
– Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
– Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
Local: Ginásio Coberto Diocesano Padre Anchieta (Centro – Limoeiro do Norte – CE)

08 DE FEVEREIRO DE 2019 (SEXTA-FEIRA)
EDUCAR COM FOLCLORE
09h00 – Grupo Oré Anacã – Grupo de Danças da UFC (Fortaleza – CE)
Local: E. E. F. Joaquim Dono Gadelha – Anexo Piamarta (Cabeça Preta – Limoeiro do Norte – CE)
09h00 – Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
– Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
Local: E. E. M. Manoel de Castro Filho (Centro – Quixeré – CE)
09h00 – Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
– Companhia de Ritmos e Danças Populares – CORDAPES (Fortaleza – CE)
Local: Art Clube (Centro – Tabuleiro do Norte – CE)
09h00 – Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
– Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
Local: Ginásio Coberto Lafaiete Anselmo (Centro – Alto Santo – CE)
15h00 – Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
– Grupo Oré Anacã – Grupo de Danças da UFC (Fortaleza – CE)
Local: E. E. M. Menino Jesus de Praga (Comunidade Lagoinha – Quixeré – CE)
15h00 – Companhia de Ritmos e Danças Populares – CORDAPES (Fortaleza – CE)
Local: Associação Unidos para o Progresso (Sítio Espinho – Limoeiro do Norte – CE)
15h00 – Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
Local: E. E. F. Padre Joaquim de Menezes (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
15h00 – Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
Local: E. E. F. José Hamilton de Oliveira (Luís Alves – Limoeiro do Norte – CE)
15h00 – Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
Local: E. E. M. T. I. Arsênio Ferreira Maia (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
ARENA CULTURA DAS TRADIÇÕES – ENCONTRO COM A MESTRA LÚCIA PEQUENO “ARTESÃ DO BARRO”
15h00 – Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
Local: E. E. I. F. Antônio Castro Pereira (Córrego de Areia – Limoeiro do Norte – CE)
ARENA CULTURA DAS TRADIÇÕES – ENCONTRO DAS RAINHAS DOS MARACATUS CEARENSES
15h00 – Maracatu Nação Jaguaribe (Limoeiro do Norte – CE)
Local: E. E. F. José Alves de Moura (Sítio Arraial – Limoeiro do Norte – CE)
FOLCLORE ITINERANTE – POLO MORADA NOVA
19h30 – Abertura do VII Festival Internacional de Folclore do Ceará
– Coroação das Rainhas dos Maracatus Cearenses: Az de Ouro, Nação Baobab, Nação Iracema, Vozes da África (Fortaleza – CE) e Nação Jaguaribe (Limoeiro do Norte – CE)
– Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
– Grupo Oré Anacã – Grupo de Danças da UFC (Fortaleza – CE)
– Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
Local: Av. Manoel Castro Filho / Av. das Pizzarias (Centro – Morada Nova – CE)
PALCO PRINCIPAL – POLO LIMOEIRO DO NORTE
19h30 – Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
– Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
– Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
– Companhia de Ritmos e Danças Populares – CORDAPES (Fortaleza – CE)
Local: Ginásio Coberto Diocesano Padre Anchieta (Centro – Limoeiro do Norte – CE)

09 DE FEVEREIRO DE 2019 (SÁBADO)
CORTEJO CULTURAL
09h00 – Concentração
Local: Praça Nossa Senhora de Assunção / Praça do Banco do Nordeste (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
OFICINAS
Local: Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos – FAFIDAM (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
Oficina Carimbó
14h00 – Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
– Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão (Senador Pompeu – CE)
Oficina Xaxado
14h00 – Txai Cia de Danças Populares (Fortaleza – CE)
– Grupo de Dança Tablado (Fortaleza – CE)
Oficina Forró
14h00 – Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
– Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
Oficina Maracatu
14h00 – Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
– Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
VIVÊNCIA CULTURAL
14h00 – Vida São João (E Outras Memórias)
Local: Centro Cultural Carnaubeiras (Flores – Russas – CE)
OFICINA CORPO BRINCANTE
16h00 – Grupos Culturais dos Vale do Jaguaribe
Local: E. E. M. Maria de Lourdes Oliveira (Flores – Russas – CE)
NOITE LITERÁRIA
19h00 – Lançamento do Livro: Lampião e o Sertão do Pajeú
Exibição do Curta Metragem: Lampião e o Fogo da Serra Grande
Local: Academia Limoeirense de Letras – A. L. L. (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
FOLCLORE ITINERANTE – POLO MORADA NOVA
19h30 – Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
– Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
– Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
Local: Av. Manoel Castro Filho / Av. das Pizzarias (Centro – Morada Nova – CE)
PALCO Principal – Polo Limoeiro do Norte
19h30 – Cerimônia de Homenagens Clerton Martins e Grupo Txai Cia de Danças Populares (Fortaleza – CE)
– Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
– Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão (Senador Pompeu – CE)
– Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
– Grupo de Dança Tablado (Fortaleza – CE)
– Txai Cia de Danças Populares (Fortaleza – CE)
Local: Ginásio Coberto Diocesano Padre Anchieta (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
10 DE FEVEREIRO DE 2019 (DOMINGO)
PALCO PRINCIPAL – POLO LIMOEIRO DO NORTE
19h30 – Grupo Apolo de Danças Gregas (São Paulo – SP)
– Txai Cia de Danças Populares (Fortaleza – CE)
– Grupo de Dança Tablado (Fortaleza – CE)
– Grupo de Xaxado Cabras de Lampião (Serra Talhada – PE)
– Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão (Senador Pompeu – CE)
– Grupo Paraguay Ete Villa Elisa (Paraguai – PAR)
– Tropa de Danças Regionais (Joca Claudino – PB)
– Grupo Parafolclórico Asa Branca (Belém – PA)
Local: Ginásio Coberto Diocesano Padre Anchieta (Centro – Limoeiro do Norte – CE)
* Programação sujeita a alterações

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/festivaldefolcloredoceara
Instagram: @ festivaldefolcloredoceara
Site: www.festivaldefolcloredoceara.com.br
Tel.: (85) 99677.5031 (Sheila Fernandes)
Transmissão ao vivo, pelo Facebook, com Portal Ispia e Ciranda Mídia
Secult

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…