Pular para o conteúdo principal

Nossos escritores

Por 
O cratense tem o sadio bairrismo de ressaltar os valores da Terra. Recentemente, lemos “Antologia”, livro enfocando “Nossos Escritores”. Crônicas, contos e poesias, no roteiro dessa obra editada em Crato. Povo voltado para a cultura de raízes ali no solo caririense. Nos Contos da “Antologia – Nossos Escritores”, encontramos vinte desses paladinos da boa escrita trazendo suas histórias aureoladas por inspiração destacadamente coloridas pela espontaneidade dos textos vivos. 
Alfredo F. Temóteo e Jurandy Temóteo conseguem os loiros dessa vibrante vitória editorial ao reunir exponenciais da cultura cratense, num volume de Contos em nível maior da própria cultura cearense. “Nossos Escritores” agrupados pela Aprovíncia-Editora, paradoxalmente deixando a ideia de província para ir além ao crescimento das letras do município de Crato. Leitura completa nessa literatura contista. Repetição do êxito da “Antologia” de Crônicas, deixando o leitor ansioso para o encontro com a “Antologia” das Poesias.
Escritores de Crato, do Ceará e do Brasil, numa forma de perpetuar a produção clássica dos bons livros. “Nossos Escritores” têm estrutura para vencer fronteiras e pairar sobranceiras na literatura do nosso País. Essa gente que escreve faz história pela disciplina e correção dos temas ofertados na linguagem universal de retratar contos exatamente no aspecto e natureza do que se propõe. Demonstram ser, todos eles ali reunidos, verdadeiros estetas de bom vocabulário. Todos contando histórias sem qualquer assomo de vaidades improdutivas. 

Os vinte contistas da “Antologia-Nossos Escritores” estão diplomados na forma superior de quem escreve por amor. O Crato está sempre na linha de frente das jornadas culturais do Estado do Ceará. Ressalte-se o empenho do cratense em preservar os valores tão vinculados às motivações de produzir para os leitores em geral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08