Pular para o conteúdo principal

Brasil leva experiência inédita à Semana de Design de Milão

Mostra reúne mais de 30 empresas e profissionais brasileiros

O Brasil marca presença a partir desta segunda-feira (8) na Semana de Design de Milão, na Itália, com a participação de mais de 30 empresas e profissionais brasileiros. Intitulada Brazil: Essentially Diverse, a mostra, que se estende até o próximo domingo (14), é uma expressão da singularidade da cultura brasileira, marcada por influências ancestrais indígenas, africanas e europeias.

Promovida pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com o Consulado-Geral do Brasil em Milão, a mostra ocupa o Museo della Permanente. A área, de 2 mil metros quadrados (m²), oferece uma experiência imersiva aos visitantes mostrando o que há de mais moderno no designcontemporâneo brasileiro, com destaque para o mobiliário.

Pela primeira vez a Apex-Brasil contou com uma curadoria para a composição do espaço. A ideia foi construir uma narrativa que “amarre” as obras entre si e entre os ambientes expositivos, de forma a contar uma história sobre o panorama atual do design do país.

Celebrando a diversidade

As peças assinadas pelos profissionais brasileiros estão distribuídas em dois andares do museu, em quatro áreas definidas pelos conceitos de "essencialmente diverso"; "essencialmente inovador"; "essencialmente sustentável" e "essencialmente criativo".

Em cada área, as raízes e a riqueza cultural do Brasil serão comunicadas aos visitantes por meio de uma fusão de estímulos que deve proporcionar uma experiência interessante e única. A iluminação e o posicionamento das peças, somados às técnicas especiais de ambientação, permitirão que os visitantes façam um mergulho em uma atmosfera simulada por aromas e temperaturas que recriam a floresta tropical brasileira.

“Acredito que esse projeto vai ser um marco da presença brasileira no evento que é reconhecidamente consagrador de tendências e a grande vitrine mundial quando o assunto é design, mobiliário e decoração”, disse o presidente da Apex-Brasil, Mario Vilalva.

A narrativa e curadoria de todos os conteúdos ficaram a cargo da especialista em design e empresária de moda Joice Joppert Leal. A seleção final das empresas e dos designers levou em conta a pontuação técnica atribuída pela Apex-Brasil (com base em análises de diferenciais como website e material em inglês, presença de inovação no produto, valor exportado global e para a Itália, entre outros) e a pontuação específica da curadoria.

A mostra brasileira na Semana de Design de Milão conta com a parceria da Associação Brasileira da Indústria de Iluminação, da Associação Nacional de Fabricantes Cerâmicas Revestimento, da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário, do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves, da Associação Brasileira de Rochas Ornamentais, e apoio da Associação Brasileira das Empresas de Utilidades e Presentes e da revista Casa Vogue.

Referência mundial

A Semana de Design integra a programação paralela ao Salão do Móvel de Milão, maior evento do setor moveleiro do mundo e referência do setor de casa, mobiliário e equipamentos para a indústria de móveis. A expectativa para o salão deste ano é de 300 mil visitantes, oriundos de mais de 165 países.

A presença brasileira na cidade italiana insere-se na estratégia global de reposicionamento internacional da indústria do país nos ramos de mobiliário, iluminação, objetos de decoração, serviços de design e materiais como rochas e revestimentos cerâmicos, com ênfase nos atributos diferenciadores de competitividade, especialmente aqueles relacionados à sustentabilidade, inovação, origem de matérias primas, talento e criatividade nacionais.

*Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…