Editora Todavia vai publicar a literatura de Salinger no Brasil. Há inéditos

“O Apanhador no Campo de centeio” sai em junho com tradução de Caetano Galindo, o tradutor de James Joyce O post Editora Todavia vai publicar a literatura de Salinger no Brasil. Há inéditos apareceu primeiro em Jornal Opção.

“O Apanhador no Campo de centeio” sai em junho com tradução de Caetano Galindo, o tradutor de James Joyce
Jornal Opção

Jornal Opção

Jornal Opção
A Editora Todavia comprou os direitos de publicação de toda a obra do escritor Jerome David Salinger — que era publicado no Brasil pela Editora do Autor (que fazia edições apenas razoáveis) e, em menor, escala pela L&PM (“Pra Cima Com a Viga, Carpinteiros & Seymour — Uma Introdução”). O primeiro lançamento será o icônico “O Apanhador no Campo de Centeio”, que sai em junho, com tradução de Caetano W. Galindo. Maurício Meireles, da “Folha de S. Paulo”, relata que o romance sairá com “a capa original publicada na primeira edição americana, em 1951”.
Jornal Opção

Jornal Opção

Jornal Opção
J. D. Salinger | Foto: Reprodução
Matt Salinger afirma que vai publicar a literatura inédita de Salinger, seu pai. Os inéditos estavam guardados num cofre, segundo Margaret Salinger, filha do escritor. “Um dos livros [inéditos] seria uma reunião de contos sobre a família de Holden Caulfield, protagonista e narrador de ‘O Apanhador’. Outro teria contos antigos e inéditos sobre a família Glass, recorrente na obra de Salinger. Estariam previstos ainda outros três — dois inspirados na experiência do autor no front da Segunda Guerra Mundial e outro inspirado no vedanta, religião indiana seguida por ele”, escreve o repórter da “Folha”.
Jornal Opção

Comentários

Mais Visitadas

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

VIVER A SEMANA SANTA

Praça Luiza Távora, em Fortaleza, abrigou castelo

Festival de literatura promove ‘maratona’ com 40 atividades em Bauru

Cientista político lança livro sobre a influência da Lava Jato no eleitor