Pular para o conteúdo principal

Exposição traz obras raras de escritoras brasileiras

A 'Exposição: Pioneiras - Autoras Mulheres no Acervo de Raridades' está em cartaz na Biblioteca Mário de Andrade


Biblioteca Mário de Andrade expõe obras raras de escritoras brasileiras
Cecília Meireles é uma das autoras em destaque na exposição Pioneiras, na Biblioteca Mário de Andrade Foto: Proprietários dos direitos de imagem de Cecília Meireles
Um debate com o escritor Luiz Ruffato e Constância Lima Duarte, pós-doutora em literatura e feminismo no Brasil, marcou, na terça, 2, a abertura da "Exposição: Pioneiras - Autoras Mulheres no Acervo de Raridades", na Biblioteca Mário de Andrade. A curadoria é de Rízio Bruno Sant'ana e Joana Moreno de Andrade e serão exibidos livros, manuscritos e poemas do acervo de obras raras da biblioteca.
Ao todo, serão expostas 50 obras escritas entre 1754 e 1933 por Teresa Orta, a primeira autora nascida no Brasil a publicar um livro (em 1790), Nísia Floresta, primeira autora feminista, Gilka Machado, Rachel de Queiroz, Cecília Meireles e Pagu - dela, será apresentado Parque Industrial, seu romance de estreia assinado como Mara lobo -, entre outras autoras.
A mostra "Pioneiras" pode ser visitada de quarta, 3, ao dia 25 de maio, das 8h às 20h, e é a primeira iniciativa de Joselia Aguiar como diretora da Biblioteca Mário de Andrade.
Sua ideia é, a cada dois meses, fazer uma nova exposição com o acervo de obras raras da instituição - são mais de 40 mil volumes de livros, 20 mil volumes de periódicos e 10 mil documentos. Ao assumir, Joselia Aguiar disse que quer reconectar a Biblioteca Mário de Andrade com a literatura - a mais plural possível.
Exposição: Pioneiras - Autoras Mulheres no Acervo de Raridades. Visitação: 2 de abril e 26 de maio, das 8h às 20h. Local: Biblioteca Mário de Andrade (Rua da Consolação, 94) - Sala do Pátio - 3º andar. Grátis

Diário da Região

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/