Bienal Internacional do Livro do Ceará anuncia novos autores que estarão no evento

Bienal Internacional do Livro do Ceará anuncia novos autores que estarão no evento

Abdulai Sila estará no evento. Autor do romance guineense Eterna Paixão, e é considerado uma das maiores vozes da literatura de Guiné-Bissau.
Abdulai Sila estará no evento. Autor do romance guineense Eterna Paixão, e é considerado uma das maiores vozes da literatura de Guiné-Bissau.(Foto: Divulgação)
A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) anunciou novos autores que estarão presentes a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, evento que acontecerá no Centro de Eventos do Ceará, entre os dias 16 e 25 de agosto.
Entre os nomes estão Abdulai Sila, de Guiné-Bissau; Audino Muiang, de Moçambique; Ondjki, da Angola; Julio Machado, de Porto Alegre; Mariana Fujisawa, de São Paulo; Andre Mauro, André Telles do Rosário, Jo A-mi e Rodrigo Ordine Graça, ambos cearenses.
Segundo a Secult, a presença de autores da África é garantida pela parceria com a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) para o Encontro de Oralidades & Escritas em Língua Portuguesa. O encontro que acontece no Centro de Eventos é levado também ao Maciço de Baturité e à outros espaços de Fortaleza.
Além de garantir a presença de autores do continente africano, a Secult informa que também realiza ações de diálogo com múltiplos setores da sociedade, como mulheres, negros, povos tradicionais, indígenas, afro, ciganos, infância e LGBT. Os Comitês de Expressões Culturais Afro-brasileiras e de Políticas Culturais Indígenas no Ceará fazem diálogos constantes, segundo a secretaria.
Dentre as apresentações culturais no Encontro de Oralidades e Escritas em Língua Portuguesa estão a Banda Cabaçal Palmares, formada por estudantes da Unilab; o grupo de Estudos com Povos Indígenas (GEPI), que promove a formação de contadores de histórias; o grupo Firkidta Di No Kampada, projeto de jovens escritores de várias nacionalidades; o grupÁo Vozes D’África, que visa promover e fortalecer a integração entre países da cooperação; e o Nixon Araújo, exposição e oficina de colagens baseada no livro Terra Sonâmbula.
REDAÇÃO O POVO ONLINE

Comentários

Mais Visitadas

Deus eleva os humildes

Reitoria da UECE apoia manifestações em defesa da educação brasileira e das universidades públicas

VIVENDO E APRENDENDO

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

Maureen Bisilliat se reencontra com o seu sertão e o de Euclides da Cunha na Flip