Pular para o conteúdo principal

PASSO FUNDO: Escola municipal lança espaço dedicado à literatura para alunos

Crianças e adolescentes podem pegar livros para ler, e professoras também contam histórias aos pequenos
Crianças e adolescentes podem pegar livros para ler, e professoras também contam histórias aos pequenos /GLENDA VIVIAN/DIVULGAÇÃO/CIDADES
Ler para conhecer, para aprender e se preparar para o futuro. De muitas formas o livro contribui e está presente na vida dos estudantes. E quando a leitura recebe incentivo especial por parte da escola, aí sim que ler se torna alegre e recompensador. Foi isso o que aconteceu na Escola Municipal Arlindo de Souza Mattos, onde foi inaugurado o Espaço da Leitura na semana passada. 

Mais do que um local onde os livros estão guardados, o Espaço da Leitura é o lugar onde os livros estão esperando para serem lidos, para compartilhar com olhos e mentes atentas tudo que de melhor têm a oferecer. É por isso que a inauguração se tornou uma grande e bonita festa, com a presença da comunidade, de autoridades, professores, direção e funcionários. Afinal, foram diversos anos de espera pelo local. 

"Fazia anos que esperávamos por um espaço de leitura, de livros e conseguimos encontrar esse lugar. E com a ajuda e a colaboração de várias pessoas da secretaria de Educação, da comunidade e de professores hoje temos o nosso Espaço de Leitura. Investimos nesse sonho por acreditar que um país melhor se faz através da leitura, através dos livros", destacou a diretora, Adriana Vanin. 

Para o prefeito em exercício, João Pedro Nunes, o Espaço da Leitura inaugurado deve ser valorizado. "É uma conquista importante, porque é através da educação que se transformam vidas e através dos livros, da leitura, se dá a unidade da sociedade", argumentou. A conquista também foi comemorada pela ex-diretora da escola, a professora aposentada Clair Fátima Bilibio, que por 26 anos lecionou na Arlindo de Souza Mattos. "Comecei a dar aulas aqui neste local quando a escola era ainda toda de madeira e sempre lutamos para que fosse melhorada. Hoje vindo aqui, vendo a escola nova, é um sonho realizado. Vendo o resultado da luta que travamos juntos hoje aqui no Espaço da Leitura é uma sensação muito boa, é indescritível", salientou. 

Durante o evento de inauguração, dois desafios foram lançados aos alunos da escola. O primeiro, pelo escritor Pablo Morenno, que está realizando um projeto literário na escola. Depois de interpretar um de seus livros, ele desafiou os alunos da escola a se tornarem leitores cada vez mais fiéis aos livros. Para isso, se comprometeu a premiar os três alunos mais assíduos em leitura entre os estudantes do 1º ao 5º ano e também os três mais assíduos entre os alunos do 6º ao 9º ano. Os prêmios que serão oferecidos ainda não foram divulgados e serão comunicados em um momento oportuno. 

O outro desafio foi lançado pelo vereador da cidade, Leandro Rosso, que foi um dos principais colaboradores com doações de livros para o Espaço da Leitura. Conforme o vereador, no final deste ano, o aluno que retirar e ler o maior número de livros do Espaço da Leitura poderá ir até seu gabinete e escolher qual livro quer ganhar dele.

Fonte: Jornal do Comércio (https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/jornal_cidades/2019/05/683545-escola-municipal-lanca-espaco-dedicado-a-literatura-para-alunos.html)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…