Pular para o conteúdo principal

Tempo de Justiça

Em tempos tão difíceis, talvez seja chegado o tempo de acreditar num tempo de justiça.
“Tempo de Justiça” é o nome dado a um exitoso projeto pactuado e coordenado por diversas instituições do Ceará, a saber: Vice-Governadoria do Estado, Ministério Público, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Polícia Civil e Perícia Forense, tendo como objetivo “aumentar a eficiência da investigação, do processo e do julgamento dos crimes de homicídio ocorridos em Fortaleza, com o cumprimento dos prazos legais e o respeito aos direitos fundamentais”.
Mediante essa ação integrada e essa união de esforços entre diversas instituições, o resultado tem sido bastante positivo, alcançando-se a meta de fazer com que os homicídios ocorridos em Fortaleza, de competência das varas do júri, com a autoria esclarecida, tenham o encerramento processual num prazo inferior a 400 dias, isto é, compreendendo-se aqui o período entre o cometimento do crime e o primeiro julgamento pelo Tribunal do Júri.
Para o sucesso do “Tempo de Justiça” foram necessárias a adoção de novas plataformas de trabalho entre as instituições, utilização de softwares de bases de dados, reuniões, alterações da rotina de trabalho, troca de informações, análise de desempenhos individuais e coletivos...
Em “Tempo de Justiça” ganham todos os que fazem o sistema judicial e, principalmente, ganha a sociedade, que dificilmente verá os crimes de homicídio fadados à impunidade e à prescrição, em face da demora na efetiva prestação jurisdicional.
Casos conhecidos e emblemáticos pela triste repercussão, foram a Chacina do Padre Andrade e a morte da travesti Dandara, cujos réus foram processados e julgados em um prazo recorde de menos de um ano. Somente em “Tempo de Justiça” isso foi possível.

E como tudo o que é bom merece ser prestigiado e divulgado, em 2018, “Tempo de Justiça” concorreu com mais de 680 projetos dos diversos estados da Federação ao prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público, alcançando o primeiro lugar na categoria “Redução da Criminalidade”. Esse mesmo prêmio, em 2017, teve como vitorioso o trabalho desenvolvido pela “Operação Lava Jato”.
“Tempo de Justiça” representa uma mudança de paradigma e nos devolve a esperança de que é possível se fazer justiça com agilidade, funcionalidade, celeridade, profissionalismo, sem prejuízo de qualquer direito fundamental.
“Tempo de Justiça” ensina que a cooperação entre as instituições é o melhor caminho.
Eis chegado um novo tempo.
Grecianny Carvalho Cordeiro
Promotora de Justiça

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/