Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Sephora treinará funcionários contra o racismo após incidente com a cantora SZA

Artista negra explicou no Twitter que foi parada em uma das lojas da Sephora em Los Angeles por uma agente de segurança que queria 'garantir que eu não estava roubando'.
SZA em show em Virginia Beach (Estados Unidos), em 27 de abril de 2019
SZA em show em Virginia Beach (Estados Unidos), em 27 de abril de 2019 (GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos)

A rede de perfumaria e cosmética Sephora fechará na quarta-feira suas lojas e escritórios nos Estados Unidos para dar um treinamento a seus funcionários contra o racismo após um incidente com a cantora SZA.
A estrela do R&B explicou no Twitter que foi parada em uma das lojas da Sephora em Los Angeles por uma agente de segurança que queria "garantir que eu não estava roubando".
A Sephora respondeu ao incidente anunciando um dia de "oficinas de inclusão" para seus funcionários que acontecerá em 5 de junho.
"Estes valores sempre estiveram no coração da Sephora e estaremos felizes em receber a todos quando voltarmos a abrir", informou a companhia em um comunicado publicado no Twitter em 24 de maio.
SZA foi indicada a vários prêmios Grammy, incluindo de artista revelação e melhor canção de R&B na edição deste ano.
A Sephora é de propriedade do grupo francês LVMH, que possui 70 marcas incluindo Louis Vuitton, Hennessy, Givenchy, Celine, Dior e Guerlain.

AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Goethe e o Oriente

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho

Mensagem do Pe. Geovane: Como ajudar e fazer doações à paróquia na crise da pandemia.