Pular para o conteúdo principal

Theatro José de Alencar comemora aniversário com programação durante todo o mês de junho

O espetáculo
O espetáculo "Café com Queijo acontece no dia 30 de junho, às 19 horas (Foto: Divulgação)
Apresentações, shows, festas e visitas guiadas compõem a programação dos 109 anos do Theatro José de Alencar, celebrados durante todo o mês de junho. Tim Bernardes se apresenta no palco do teatro, que também recebe a banda O Terno, além de espetáculo da residência Lume Teatro.
Inaugurado em 17 de junho de 1910, o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), é referência artística e turística nacional, e desempenha importantes papéis na vida cultural cearense. Foi tombado pelo Iphan como Patrimônio Histórico Nacional em 1964.
Confira destaques da programação (programação completa aqui).
Visitas Guiadas Temáticas
Durante este mês, o TJA realiza uma série de Visitas Guiadas Temáticas. Serão três visitas com os temas "O jardim de Burle Marx", com Fernanda Rocha, “O Theatro José de Alencar" com Izabel Gurgel e a “Visita Dançada" com Silvia Moura. As visitas acontecem nos dias 9, 16 e 23 de junho, respectivamente, sempre às 15 horas. A atividade é gratuita e limitada a 40 pessoas por visita.
Quando: 9, 16 e 23 de junho, às 15 horas
Onde: rua Liberato Barroso, 525 - Centro
Gratuito (limitado)
Cantares recebe o CAIS - Coral dos Amigos da Izaíra Silvino
O Cantares - Mostra de Corais do TJA, projeto que incentiva o canto coral, recebe o espetáculo “Terra Mãe - O feminino no planeta” do Coral dos Amigos da Izaíra Silvino (Cais). O encontro acontece no dia 7 de junho, sexta-feira, às 19h30min, no palco principal do Theatro José de Alencar. Com acesso gratuito, serão distribuídos 80 ingressos a partir de 18h30min, uma hora de antes do início do espetáculo.
Quando: 7 de junho, sexta-feira, às 19h30min
Onde: rua Liberato Barroso, 525 - Centro
Gratuito. Retirar ingresso 1 hora antes do início do espetáculo (limitado)
Abertura da exposição de bonecos "Santo Ofício: o começo e o meio sem fim"
Na quarta-feira, 5, às 15 horas, acontece a abertura da exposição "Santo Ofício: o começo e o meio sem fim", da Cia. de Teatro Epidemia de Bonecos. A exposição conta com 80 Bonecos, medindo cerca de 12cm cada, além de adereços e projeções. Permanecerá exposta na Galeria Ramos Cotoco (TJA) até o dia 30 deste mês.
Quando: quarta-feira, 5, às 15 horas
Onde: Galeria Ramos Cotoco (rua Liberato Barroso, 525 - Centro)
Gratuito
Tim Bernardes
Tim Bernardes realiza apresentação dupla nas celebrações de aniversário do TJA. No dia 14, sexta-feira, o artista apresenta o disco-solo "Recomeçar". No sábado, 15, ele retorna ao palco com a banda O Terno, lançando o álbum “< atrás/além >”, às 18h30min. Os ingressos para os shows estão à venda no site sympla.com.br ou na bilheteria do TJA.
Quando: 14 de junho, sexta-feira, às 19 horas/ 15 de junho, sábado, às 18h30min
Onde: rua Liberato Barroso, 525 - Centro
Quanto: R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira)/ O Terno: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)
Vendas: sympla.com.br e bilheteria do local
Theatro de Portas Abertas
Ao longo do dia do aniversário do TJA, 17 de junho, o projeto “Theatro de Portas Abertas” realizará série de apresentações gratuitas dentro e fora do teatro. Às 8 horas e às 13 horas, acontece a "Visita Espetacular, uma Aventura no Theatro José de Alencar", do Instituto Teatro Público, em diversos espaços do Theatro. às 9 horas, o espetáculo infantil “O galinheiro de Bragança”, do Grupo Galhofo, sobe ao palco principal.
Pela tarde, às 16 horas, no foyer, acontece o recital “Fados que amo, Amália Rodrigues”, por Carol Damasceno. No jardim do Theatro, às 16h30min, o artista Valter Lano apresenta a performance "O que é belo? Transitoriedade".
Na calçada, o programa Arte de Rua Especial recebe o Grupo Garajal com o espetáculo “Bom é o que Acaba Bem”, às 17 horas. A tradicional “Hora do Angelus” será interpretada, às 18 horas, pelo grupo Dona Zefinha, seguido do espetáculo “Invocado que Só”.
A Cia. Dita encerra o dia com a estreia do “Fortaleza”, às 19h30min, no palco principal. O espetáculo traz uma reflexão sobre as raízes indígenas, a Belle Époque, a chacina do Curió e os tiros disparados indiscriminadamente na Praça da Gentilândia.
Quando: dia 17 de junho, segunda-feira
Onde: dentro e fora do Theatro José de Alencar
Gratuito
Espetáculo “E.L.A”
O espetáculo “E.L.A”, estrelado por Jéssica Teixeira e dirigido por Diego Landin, chega ao palco principal do TJA no dia 22 de junho. A peça aborda temas relacionados ao corpo como saúde, política, feminilidade, acessibilidade e beleza, e promete fazer refletir sobre aceitação. Apresentação será gratuita.
Quando: 22 de junho, sábado, às 19 horas
Onde: Palco Principal do TJA
Gratuito
Lume Teatro faz temporada no TJA
No fim deste mês, o TJA realizará residência artística com o grupo Lume Teatro (SP). Na programação, um workshop, uma demonstração técnica e três espetáculos acontecem entra os dias 28 de junho e 1º de julho. O acesso a todas as apresentações é gratuito e limitado (entradas serão distribuídas 1 hora antes do início dos espetáculos).
No dia 28, sexta-feira, Ana Cristina Colla apresenta o solo “SerEstando mulheres”, às 20h, na Sala de Teatro Nadir Papi Saboya. No sábado, 29, acontece o solo “Dissolva-me” de Renato Ferracini, às 19 horas, também na Sala de Teatro. Dia 30, um domingo, o palco principal recebe o espetáculo “Café com Queijo”, às 19 horas.
REDAÇÃO O POVO ONLINE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…