Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

“A literatura mudou minha vida“, diz escritor amazonense Jan Santos sobre leitura na infância

Enquanto os amigos ganhavam brinquedos, Jan preferia receber livros. Em 2013, o escritor publicou seu primeiro livro “Evangeline“


“A literatura mudou minha vida“, afirmou o escritor amazonense Jan Santos em entrevista ao Portal Amazônia. Aos 25 anos, o autor já publicou três livros e revelou que sempre contou com o apoio da família para seguir a carreira no universo literário. 



Ainda na infância, Jan já se interessava em literatura juvenil, mas foi na escola que ele teve oportunidade de se aprofundar na leitura. “Lembro que tinha uma campanha de distribuição de livros, e eu sempre levava o máximo que conseguia para casa“, revelou. Enquanto os amigos ganhavam brinquedos, Jan preferia receber livros. “Meus pais viram a minha paixão por literatura, por isso, nos meus aniversários me presenteavam com diversos livros“, disse.



Mas, qual será que foi o livro que marcou a infância do escritor amazonense? “Bem, um titulo que me marcou foi o primeiro que li, entitulado “A Odisseia“, uma versão adaptada por Ruth Rocha“, declarou Jan. A parti desse momento, a vida de Jan mudou. “Passei a estudar mais sobre mito e folclore, e por causa disso, aumentar meu foco literário, conhecer novos autores e possibilidades“, contou.






 
Foto: Divulgação
 


Incentivo importante



Para Jan, o incentivo da família foi primordial para o seu futuro. Ele acredita que os pais, além de incentivar a leitura, devem também saber o que os filhos querem de fato ler. “Muitos pais acham importante que os filhos tenham acesso aos livros, mas querem regrar o tipo de conteúdo. As crianças precisam ser livres e consumir aquilo que realmente tem vontade, se ele gosta de ler quadrinhos, então, deixe“, aconselhou o escritor. 



Obras



O amor pela literatura pesou até mesmo na escolha do curso de graduação de Jan. Ele se inscreveu no curso de Letras Língua e Literatura Portuguesa na Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Em 2013, Jan lançou seu primeiro livro ”Evangeline - Relatos de um Mundo sem luz”. Sua segunda publicação, ”A Rainha de Maio”, em parceria com a editora Lendari, aconteceu em 2016. O livro mais recente do jovem amazonense é ”O Dia em que Enterrei Miguel Arcanjo”.

Portal Amazônia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho