Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Como contemplar Deus

Padre Geovane Saraiva*

A civilização cristã abriu um caminho novo na Europa com São Bento de Núrsia (480-547), seja pela escola a animar os servidores do Senhor, na meditação da Palavra de Deus e no louvor litúrgico, seja no serviço da caridade compassiva e solidária e no amor recíproco de seus seguidores, sem esquecer do enaltecimento do mundo da cultura, da promoção humana e da hospitalidade para com os pobres carentes de toda natureza. Bento quer dizer "bênção": bendizer, abençoar. Toda bênção vem de Deus, Senhor da vida, da história e da criação, e dele depende a pessoa humana, os animais, a natureza e toda realidade que existe no Universo (cf. Gn 1, 22ss). A bênção é considerada como uma manifestação da força divina, que passa de pai para filho, pela palavra transmitida e até mesmo pelo gesto das mãos. Olhemos para Jesus, ao chamar para si as crianças e abençoá-las (cf. Mc 6, 41).

Resultado de imagem para santo bento abadeÉ por aí que devemos olhar para São Bento, extraordinária figura humana, que nasce na região da Úmbria, na Itália. Foi estudar na cidade eterna, sendo, a partir daí, instrumento de Deus, marcando e influenciando em profundidade os destinos da humanidade, ao optar por Jesus de Nazaré como sua herança e taça, consciente de que coube a si, por sorte, uma boa parte; sim, o mais belo e o que há de mais maravilhoso: a eternidade (cf. Lc 10, 42). Bento foi para a gruta de Subiaco, e lá procurou viver o Evangelho em comunidade, reunindo um grupo de fiéis seguidores, fazendo uma rica experiência do amor de Deus. Em seguida, foi para o Monte Cassino e, inspirado e motivado, se voltou à contemplação e ao tempo de solidão naquele lugar apropriado e sagrado, que, até então, não existia na Europa, ao contrário do Oriente: instituições com uma força mística dessa natureza.

São Bento deixou, para trás, casa, bens e família, experimentando e fazendo a vontade de Deus, buscando um estilo de vida e santidade, pela oração e pelo trabalho, e escolheu como lema: “Ora et labora”. Tornou-se um cristão por excelência, na compreensão da Palavra de Deus, convicto de que esta tinha que ser vivida em profundidade na comunidade. O Monte Cassino foi para Bento um local sagrado; lá construiu o histórico mosteiro e escreveu a sua regra de vida, difundida em muitos países da Europa, valendo o título de Patriarca do Monaquismo Ocidental.

São Bento foi e continua sendo uma bênção e um patrimônio para todos nós cristãos. Que sejamos inspirados por ele na nossa realidade atual de vida cristã, com desafios e exigências, equilibradamente, conscientes de que somos chamados, através do trabalho e da contemplação da Palavra de Deus, a encontrar o mesmo Jesus de Nazaré como nosso Mestre e Senhor. Numa palavra: colocar em nossa mente e coração o lema de Bento de Núrsia: “Ora et labora”.

*Pároco de Santo Afonso, Blogueiro, Escritor e integra a Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

O caminho do vírus

Mensagem do Pe. Geovane: Como ajudar e fazer doações à paróquia na crise da pandemia.