Pular para o conteúdo principal

Fabiano Piúba convida estudantes da rede pública estadual para Bienal do Livro

Durante o Enem Não Tira Férias, o secretário da Cultura conversou com alunos sobre “A cidade e os livros”, tema da Bienal, que acontecerá de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará.
A aprendizagem e o desenvolvimento humano dos estudantes estão ligados ao relacionamento constante com os livros e com a literatura ao longo de sua formação. Nesta terça-feira (16), o secretário da Cultura, Fabiano dos Santos Piúba, fez o lançamento da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará para os alunos da rede pública estadual do Ceará durante o Enem Não Tira Férias. O evento foi realizado na Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) Maria Antonieta Nunes, contando com a presença do secretário executivo do Ensino Médio e Profissional, Rogers Mendes.
Com o tema “As cidades e os livros”, a Bienal do Livro será realizada no período de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará. Serão apresentadas, durante os 12 dias, atrações literárias e artísticas, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários, além de apresentações com artistas de reconhecimento local, nacional e internacional, combinando uma programação diversa e de acesso gratuito.
Fabiano Piúba avalia que Cultura e Educação são áreas que caminham juntas. “Como disse Paulo Freire, aprendemos a ler para contar a nossa própria história. A leitura e a escrita têm relação com a arte, que amplia nossos horizontes, nossa capacidade de percepção do mundo e nos humaniza. Considero a leitura um direito importante para a vivência da cidadania, que proporciona a ampliação dos repertórios culturais, dando mais sentido à vida. Convido a todos os estudantes para a Bienal do Livro, para exercitarem esse direito ao conhecimento”, pondera.
Iniciativa do Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), a Bienal tem o apoio da Secretaria da Educação (Seduc), mobilizando estudantes e educadores de todo o estado para que participem do evento. Além de proporcionar a visitação das escolas, a Seduc também contará com o Espaço do Professor, destinado a palestras e lançamentos para o segmento da Educação, envolvendo a literatura e o fomento à leitura.
“A Secult trabalha temáticas muito caras à Educação. Temos parceria com o Projeto Artista Presente, que deve sempre ser ressaltada”, observa Rogers Mendes. Sobre a Bienal, o gestor entende que o evento pode proporcionar um incentivo importante à leitura para os estudantes. “É fundamental para a formação integral do ser humano, além de fornecer elementos para a construção de argumentos fortes para uma boa escrita em textos dissertativos, como o caso da redação do Enem. Quando juntamos as ações de uma Secretaria com a outra, ampliamos o nosso potencial”, conclui.
Consolidação
Entre público espontâneo e escolar, a Bienal do Livro registrou nas duas mais recentes edições uma média de 55 mil visitantes por dia que acompanham a programação temática, com atividades para o público infantil, juvenil e adulto. “A Bienal Internacional do Livro do Ceará está inserida numa política de cultura, e, por sua vez, numa política de livro, leitura e literatura. Ela está consolidada no calendário cultural brasileiro, tendo como diferencial em relação a outros eventos do mesmo tipo a característica de se associar a uma política de cultura, de conhecimento, de fomento às cadeias criativas e produtivas do livro”, destaca Fabiano Piúba.
Goreth Albuquerque, coordenadora da Bienal do Livro, lembra que o início das atividades será daqui a exatamente um mês. “Receberemos muitos escritores do Ceará e de outros locais do Brasil. Teremos uma programação vasta e totalmente gratuita, com apresentações culturais, além de muita gente debatendo sobre diversos assuntos”, explica.
O Enem Não Tira Férias integra o programa Enem Chego Junto Chego Bem, que tem como finalidade mobilizar e preparar os estudantes da rede estadual para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com segurança e perspectiva de ingresso na universidade. Em sua quarta edição, a iniciativa é destinada aos estudantes que estão na 3ª série do Ensino Médio e na Educação de Jovens e Adultos (EJA) que participarão do Enem, proporcionando aulões, práticas de redação e atividades de lazer durante o mês de julho.
A ação ocorre até o próximo dia 18. As atividades são realizadas em 244 escolas estaduais, que funcionam como polos de atendimento com aulões sobre as quatro áreas do conhecimento e práticas de redação. As unidades de ensino também poderão definir momentos para a cultura e o lazer.
Para participar, o aluno precisa estar matriculado na rede pública estadual e, caso sua unidade de ensino não desenvolva o projeto, pode comparecer a uma escola que funcione como polo. Estão inscritos mais de 105 mil estudantes da rede nesta edição do Exame.
Assessoria de Comunicação da Seduc/Secult

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…