Pular para o conteúdo principal

Fabiano Piúba convida estudantes da rede pública estadual para Bienal do Livro

Durante o Enem Não Tira Férias, o secretário da Cultura conversou com alunos sobre “A cidade e os livros”, tema da Bienal, que acontecerá de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará.
A aprendizagem e o desenvolvimento humano dos estudantes estão ligados ao relacionamento constante com os livros e com a literatura ao longo de sua formação. Nesta terça-feira (16), o secretário da Cultura, Fabiano dos Santos Piúba, fez o lançamento da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará para os alunos da rede pública estadual do Ceará durante o Enem Não Tira Férias. O evento foi realizado na Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) Maria Antonieta Nunes, contando com a presença do secretário executivo do Ensino Médio e Profissional, Rogers Mendes.
Com o tema “As cidades e os livros”, a Bienal do Livro será realizada no período de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará. Serão apresentadas, durante os 12 dias, atrações literárias e artísticas, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários, além de apresentações com artistas de reconhecimento local, nacional e internacional, combinando uma programação diversa e de acesso gratuito.
Fabiano Piúba avalia que Cultura e Educação são áreas que caminham juntas. “Como disse Paulo Freire, aprendemos a ler para contar a nossa própria história. A leitura e a escrita têm relação com a arte, que amplia nossos horizontes, nossa capacidade de percepção do mundo e nos humaniza. Considero a leitura um direito importante para a vivência da cidadania, que proporciona a ampliação dos repertórios culturais, dando mais sentido à vida. Convido a todos os estudantes para a Bienal do Livro, para exercitarem esse direito ao conhecimento”, pondera.
Iniciativa do Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), a Bienal tem o apoio da Secretaria da Educação (Seduc), mobilizando estudantes e educadores de todo o estado para que participem do evento. Além de proporcionar a visitação das escolas, a Seduc também contará com o Espaço do Professor, destinado a palestras e lançamentos para o segmento da Educação, envolvendo a literatura e o fomento à leitura.
“A Secult trabalha temáticas muito caras à Educação. Temos parceria com o Projeto Artista Presente, que deve sempre ser ressaltada”, observa Rogers Mendes. Sobre a Bienal, o gestor entende que o evento pode proporcionar um incentivo importante à leitura para os estudantes. “É fundamental para a formação integral do ser humano, além de fornecer elementos para a construção de argumentos fortes para uma boa escrita em textos dissertativos, como o caso da redação do Enem. Quando juntamos as ações de uma Secretaria com a outra, ampliamos o nosso potencial”, conclui.
Consolidação
Entre público espontâneo e escolar, a Bienal do Livro registrou nas duas mais recentes edições uma média de 55 mil visitantes por dia que acompanham a programação temática, com atividades para o público infantil, juvenil e adulto. “A Bienal Internacional do Livro do Ceará está inserida numa política de cultura, e, por sua vez, numa política de livro, leitura e literatura. Ela está consolidada no calendário cultural brasileiro, tendo como diferencial em relação a outros eventos do mesmo tipo a característica de se associar a uma política de cultura, de conhecimento, de fomento às cadeias criativas e produtivas do livro”, destaca Fabiano Piúba.
Goreth Albuquerque, coordenadora da Bienal do Livro, lembra que o início das atividades será daqui a exatamente um mês. “Receberemos muitos escritores do Ceará e de outros locais do Brasil. Teremos uma programação vasta e totalmente gratuita, com apresentações culturais, além de muita gente debatendo sobre diversos assuntos”, explica.
O Enem Não Tira Férias integra o programa Enem Chego Junto Chego Bem, que tem como finalidade mobilizar e preparar os estudantes da rede estadual para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com segurança e perspectiva de ingresso na universidade. Em sua quarta edição, a iniciativa é destinada aos estudantes que estão na 3ª série do Ensino Médio e na Educação de Jovens e Adultos (EJA) que participarão do Enem, proporcionando aulões, práticas de redação e atividades de lazer durante o mês de julho.
A ação ocorre até o próximo dia 18. As atividades são realizadas em 244 escolas estaduais, que funcionam como polos de atendimento com aulões sobre as quatro áreas do conhecimento e práticas de redação. As unidades de ensino também poderão definir momentos para a cultura e o lazer.
Para participar, o aluno precisa estar matriculado na rede pública estadual e, caso sua unidade de ensino não desenvolva o projeto, pode comparecer a uma escola que funcione como polo. Estão inscritos mais de 105 mil estudantes da rede nesta edição do Exame.
Assessoria de Comunicação da Seduc/Secult

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …