Pular para o conteúdo principal

Letras&Livros reúne debates, lançamento de livros e outras ações no Espaço O POVO

Literatura, mulher e filosofia. A partir destes três nortes, o Espaço O POVO de Cultura & Arte irá receber nesta sexta-feira, 5, o projeto Letras&Livros. O evento, com a entrada gratuita e início a partir das 18 horas, terá como convidadas as escritoras Nina Rizzi e Tércia Montenegro, com a mediação da jornalista e organizadora do Blog Leituras da Bel, do O POVO, Isabel Costa. A programação, no entanto, inclui ainda feirinha, lançamento de livros, sarau, debate entre autores e clubes de leitura.
"A primeira ação será o lançamento do livro O Olho de Lilith - uma coletânea de poesia publicada pelo Selo Ferina e composta apenas por autoras cearenses. A segunda será o lançamento oficial do podcast Antologia, que é um dos braços do Letras&Livros. Nossa literatura é muito rica. A todo momento são lançados livros e projetos. Portanto, o evento chega como um agregador de toda essa movimentação", adianta Isabel, que ainda detalha o debate entre as duas convidadas.
"Será sobre as obras delas, suas produções, seus processos literários. Mas vamos perpassar outros temas também. Inclusive, sobre como a literatura e a filosofia impactam nas redes de ensino. Nina Rizzi trabalha em uma grande escola da Capital; Tércia Montenegro é professora da Universidade Federal do Ceará (UFC). São escritoras, professoras e disseminadoras da cultura. São nomes fortes e que conseguem ligar vários processos produtivos", reforça a jornalista, também idealizadora do projeto, que estreou em meados do ano passado.
"O projeto foi escrito por mim, considerando a grande capilaridade da literatura existente no Ceará. Leitores, escritores, críticos e pensadores das artes literárias ainda são carentes de espaços onde possam dialogar sobre o fazer literário. E assim nasceu o Letras&Livros, em 12 de junho de 2018. De lá para cá, o mercado literário se fortaleceu, o Ceará ganhou um Prêmio Jabuti, muitos livros foram lançados e temos visto mais e mais iniciativas interessantes na área", ressalta.
"Iniciamos o Letras&Livros com a proposta de ser um novo espaço para discutir literatura e fomentar o encontro entre autores já consolidados e uma nova geração de escritores. Em 2019, como parte das comemorações dos 30 anos do Vida&Arte, o projeto amplia-se em múltiplos suportes, do evento propriamente dito à publicação de um livro com o selo do projeto, de um podcast a um programa de TV. Cada plataforma, em especial, convida o público a experienciar a literatura - e a parceria com o jornalismo - de uma forma única", contextualiza Ana Naddaf, diretora-executiva da Redação do O POVO.
Cinthia Medeiros, editora-chefe do Núcleo de Cultura e Entretenimento do O POVO, destaca o protagonismo do Vida&Arte. "Sempre tivemos o espírito vanguardista no que diz respeito a formatos e plataformas, incluindo a ocupação da própria Cidade, através de eventos que levam a nossa marca. O Letras&Livros chega agora para ampliar nossas frentes de atuação, mirando no segmento da literatura, que, assim como nós, também tem apostado em múltiplas formas de difusão. Esse projeto é uma parte muito importante das comemorações dos 30 anos do V&A", ratifica.
"A literatura nunca esteve apenas nos meios impressos. Acredito que os muros, as fanzines, os bancos de praça e muitos outros espaços se constituem como suportes para a literatura. Dessa forma, o Letras&Livros se propõe a multiplicar textos de escritores cearenses nesses diversos espaços. São muitas iniciativas, todas encontrando espaço dentro do mesmo projeto", conclui Isabel.
 
Clique na imagem para abrir a galeria

Letras&Livros

Quando: amanhã, 5 de julho, a partir das 18 horas
Onde: Espaço O POVO de Cultura & Arte (av. Aguanambi, 282 / sede do jornal O POVO - bairro José Bonifácio)
Entrada gratuita
TERESA MONTEIRO
fonte: o povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…