Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Prêmio Paraná de Literatura será cancelado

Biblioteca Pública do Paraná diz que não foi extinto, mas apenas adiado


Depois de meses de boatos, a notícia se confirma. O Prêmio Paraná de Literatura, um dos principais voltados para obras inéditas, vai mesmo ser cancelado neste ano.
As informações oficiais da Biblioteca Pública do Paraná, que organiza o troféu, dizem que ele não foi extinto, mas apenas adiado —e deve voltar no ano que vem.
Recentemente, o órgão teve uma troca não só de diretoria —saiu Rogério Pereira e entrou Ilana Lerner, ex-diretora do Museu Oscar Niemeyer—, mas também de parte de sua equipe.
Procurada, a instituição diz que o troféu literário não será realizado por falta de tempo, diante dessas mudanças. 
A ideia é aproveitar a suspensão para reformulá-lo, talvez criando categorias. Mas outros projetos, como o jornal Cândido e a revista Helena, além do Escritor na Biblioteca, seguem em frente.
A expectativa é que o prêmio, já reformulado, possa ter as inscrições abertas no começo do ano que vem.
Todo ano são premiados um romance, um livro de contos e um de poesia. Além de pagar R$ 30 mil, o prêmio banca a impressão de uma tiragem. 

OITENTA No próximo dia 26, a crítica e ensaísta Heloísa Buarque de Hollanda faz 80 anos. E a Bazar do Tempo põe nas ruas o livro “Onde É que Eu Estou? —Heloisa Buarque de Hollanda 8.0”. Com organização de André Botelho, Cristiane Costa, Eduardo Coelho e Ilana Strozenberg, traz textos sobre temas como poesia, periferia e literatura marginal.
O escritor José Murilo de Carvalho, durante a Flip 2019, em Paraty - Folhapress
OITENTA 2 O historiador José Murilo de Carvalho também completa 80. Ele é um dos homenageados em “Três Vezes Brasil” (Bazar do Tempo), que celebra a obra de mais outros dois historiadores, Alberto da Costa e Silva e Evaldo Cabral de Mello. Com organização de Lilia Moritz Schwarcz e Heloisa Starling, o volume fala da trajetória deles e também trará três longas entrevistas.
POESIA Um dos grandes best-sellers do país, o poeta cearense Bráulio Bessa lança um novo livro, em agosto, pela Sextante. “Um Carinho na Alma” traz poemas inéditos e textos em prosa sobre Alto Santo, sua terra natal. Com o anterior, “Poesia que Transforma”, Bessa vendeu 210 mil exemplares.
RÉPTIL Acabado o prazo para o Prêmio Jabuti, ao todo, 2.103 obras foram inscritas para a competição deste ano. O número supera o recorde anterior, nas edições do ano passado e de 1963.
Painel das Letras
Coluna editada pelo jornalista Maurício Meireles.

Folha de S;.Paulo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho

Goethe e o Oriente

Mensagem do Pe. Geovane: Como ajudar e fazer doações à paróquia na crise da pandemia.