Pular para o conteúdo principal

XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará confirma novos nomes

Com o tema “A Cidade e os Livros”, a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará anuncia a participação de Bel Santos, Vera Saboya, Ailton Krenak, Kaká Werá e Amaira Moira na edição deste ano, que será realizada de 16 a 25 de agosto. Estes autores juntam-se a nomes já confirmados como o escritor e cineasta marroquino Abdellah Taïa, o professor, tradutor e escritor Marcos Bagno; o escritor, médico e dramaturgo Ronaldo Correia de Brito; e o escritor, ator, diretor, dramaturgo e produtor cultural Mailson Furtado, além da premiada autora Conceição Evaristo e da professora e pesquisadora de Comunicação e Semiótica Lucia Santaella.
Bel Santos é referência em educação social e na criação de bibliotecas comunitárias na periferia, sendo uma defensora da literatura como um direito humano. Graduada em Filosofia, Vera Saboya esteve à frente do desenvolvimento de uma nova política de leitura para o Estado do Rio de janeiro, entre 2009 e 2014. Ailton Krenak é líder indígena, ambientalista e escritor, considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro com reconhecimento internacional. Também de origem indígena, Kaká Werá é escritor, ambientalista e conferencista brasileiro. O leque de escritas e visões de mundo na Bienal amplia-se com Amara Moira, autora travesti e feminista, doutora pela Unicamp e professora.
A pouco mais de um mês do início da Bienal, a lista de escritores fica ainda mais robusta, garantindo à Feira uma amplitude de nomes representativos da riqueza literária brasileira e estrangeira, que encantarão os visitantes nas diversas atrações literárias e artísticas previstas para os 10 dias de Bienal, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários.
A Bienal chega a sua 13ª edição sendo reconhecida como um ambiente para a fruição artística, além de importante espaço de construção de políticas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, criando momentos para ouvir a opinião da sociedade e das entidades envolvidas. A estimativa é de que o espaço receba um público superior a 400 mil pessoas, durante os dez dias de feira. A XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará é apresentada pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), e pelo Ministério da Cidadania, em parceria com o Instituto Dragão do Mar.
Serviço
XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará
De 16 a 25 de agosto, de 10h às 22h
Centro de Eventos do Ceará.
Seculta/Ce

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…