Pular para o conteúdo principal

Bienal Internacional do Livro Rio 2019 divulga programação

Entre os mais de 300 convidados deste ano, estão nomes como Ana Maria Machado, Mark Manson, Steven Levitsky, Marc Levy e C.J. Tudor, além de inúmeros autores brasileiros.
Público esperado de mais de 600 mil pessoas terá a oportunidade de estar com mais de 300 autores.
Público esperado de mais de 600 mil pessoas terá a oportunidade de estar com mais de 300 autores. (Divulgação/Bienal do Livro do Rio)

A 19ª Bienal Internacional do Livro Rio começa no dia 30 de agosto, e nesta terça-feira, 30, a organização divulgou a programação completa. Conteúdos múltiplos e debates sobre temas como democracia, feminismo, fake news, meio ambiente, história, diversidade, fé fazem parte do programa deste ano. A Bienal ocorre no Riocentro (Avenida Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca), e os ingressos custam R$ 30 e R$ 15.

Entre os mais de 300 convidados deste ano, estão nomes como Ana Maria Machado, Mark Manson, Steven Levitsky, Marc Levy e C.J. Tudor, além de inúmeros autores e autoras brasileiros.

De 30 de agosto a 8 de setembro, o público esperado de mais de 600 mil pessoas terá a oportunidade de estar com mais de 300 autores nacionais e internacionais, pegar autógrafos, assistir a palestras, debates e espetáculos culturais. Segundo a produção, na última edição, em 2017, cada visitante, em média, deixou o festival com seis livros. A Bienal é um dos quatro maiores eventos do Rio de Janeiro, ao lado de Réveillon, Carnaval e Rock in Rio.

Os professores terão dois dias de conteúdo especialmente elaborado para eles.

"É gratificante ver o crescimento e a importância da Bienal do Livro, desde seu início até os dias de hoje, com sua grandiosidade e importância na disseminação da cultura e da literatura. A Bienal tem uma robusta programação cultural que vai além do lançamento de livros. O livro é um elemento transformador, muito latente e nossa sociedade precisa de mudanças e dessa consciência. Por isso, nos empenhamos muito para trazer essas novidades", diz Marcos da Veiga Pereira, presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), um dos organizadores do festival, em comunicado à imprensa.

Com investimento de mais de R$ 44 milhões, o festival é uma realização do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e da GL exhibitions, apresentado pela Microsoft e com patrocínio master do Banco Itaú. O evento conta com apoio da lei federal de incentivo à cultura, através da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, e da lei municipal de incentivo à cultura da cidade do Rio de Janeiro, lei do ISS.

Visitação escolar
Mais de 112 mil estudantes já estão cadastrados para visitar o festival. Com o objetivo de aproximar crianças e adolescentes do universo literário, o projeto Visitação Escolar é destinado a alunos de escolas públicas e particulares, que terão seis dias especialmente reservados e com benefícios diferenciados. Alunos de escolas públicas indicadas por secretarias de Educação parceiras têm gratuidade na visita e ainda recebem, das prefeituras e do estado, um "dinheirinho" customizado para saírem do evento com pelo menos um livro.

Ingressos


A venda antecipada de ingressos está aberta pelo site www.bienaldolivro.com.br.

Serviço


Local: Riocentro - Avenida Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ

Data: 30 de agosto a 08 de setembro de 2019

Dias de semana: 09h às 21h

Sexta-feira: 09h às 22h

Finais de semana: 10h às 22h

Valor: R$ 30 (inteira)/ R$ 15 (meia-entrada)

Agência Estado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…