Destaque

Choram porque amam

Padre Geovane Saraiva* Como é bom rezar e colocar em primeiro lugar o mistério da redenção! Nem sempre, porém, sabemos rezar e nem d...

9 de agosto de 2019

Palavras de gratidão

Por Gonzaga Mota - Professor aposentado da UFC

Uma palavra ou uma frase pode proporcionar a determinada pessoa satisfação maior do que várias ações. Conforme Santo Agostinho: “Foi o orgulho que transformou anjos em demônios, mas é a humildade que faz de homens, anjos”. Acredito que o amor conduz aos bons sentimentos, como a humildade, a gratidão, a generosidade, etc. A verdade sempre surge, quando o caminho da vida é percorrido com sabedoria, compreendendo respeito e boas intenções.
Neste pequeno texto, pediria permissão ao leitor para externar minha gratidão a quatro pessoas que demonstraram reconhecimento às minhas atividades laborais. 
As palavras de reconhecimento dessas quatro pessoa foram mais importantes para mim, do que as dezenas de títulos, medalhas, comendas, troféus, etc recebidos ao longo da minha vida septuagenária. Com certeza, a semente da generosidade floresceu no jardim do coração desses amigos. 

Em ordem cronológica, refiro-me: 1. Ao professor Nilson Holanda, “Tendo tido o privilégio de trabalhar ao seu lado no BNB, pude aquilatar de perto sua capacidade de trabalho, sua sede de saber e sensibilidade para recolher o que realmente interessa dos ensinamentos que lhe são ministrados” (1979); 2. Ao deputado Ulysses Guimarães, “Tendo tido o privilégio de percorrer com Gonzaga Mota cidades e ruas do Ceará. Seu monumento são as manifestações de carinho, respeito e gratidão, principalmente dos mais carenciados de sua terra. Vale a pena a vida pública quando convivemos com as exemplaridade de seu caráter, de sua honradez e de seu consagrado talento político” (1992); 3. Ao reitor Antônio Martins Filho, “Governador Gonzaga Mota, verdadeiro benemérito da implantação do ensino em nível universitário, no interior do Estado do Ceará” (1998) e 4. Ao Poeta Dimas Macedo, o monóstico “Poeta de alma franciscana” (2019). Muito obrigado, amigos. Deus lhes pague.

Nenhum comentário:

Postar um comentário