Pular para o conteúdo principal

Associação que financia cursos pré-Enem abre inscrições para jovens carentes

Instituição foi criada em 2005 e já ajudou mais de 80 pessoas


 Beatriz Mendes fez curso de cabeleireira e conseguiu emprego após a seleção
Beatriz Mendes fez curso de cabeleireira e conseguiu emprego após a seleção(Foto: Divulgação)
Beatriz Mendes, hoje com 25 anos e mãe de dois filhos, engravidou aos 15. Mesmo com um filho para criar, ela continuou estudando e hoje orgulha-se de ser a única dos três irmãos a ter concluído o ensino médio.
No entanto, ela teve dificuldades para conseguir ingressar no mercado de trabalho. “Era uma simples dona de casa. Vivia em um relacionamento abusivo, sofrendo agressões verbais e físicas do meu companheiro, mas não queria largá-lo porque precisava dele para viver e sustentar meus filhos. Achava que não era capaz de caminhar com minhas próprias pernas,” lembra.
Em 2017, após receber um panfleto do irmão, informando que a Associação Oportunize, instituição que desde 2005 oferece a jovens carentes curso para ingressar no ensino superior, decidiu se inscrever. “Quando cheguei na seleção e vi mais de 100 pessoas, pensei que não ia conseguir. Mas deu certo. A Oportunize custeou todo meu curso de cabeleireira e, no final, me deu todo o material para que eu pudesse trabalhar. Com isso pude sair do relacionamento abusivo que vivia e hoje trabalho no que gosto e sustento meus filhos,” disse.
Fernanda Braga tem história parecida. Aluna de escola pública desde criança, foi indicada por um amigo à diretoria da escola para participar da seleção da Oportunize. “Tinha participado da olimpíada de matemática. Meu amigo sabia que gostava de estudar e tinha boas notas. Como ele era amigo dos coordenadores da escola, me indicou. Fui uma das selecionadas e cursei o 3º ano do ensino médio no Colégio Christus, com tudo custeado pela associação”, relata.
Meses após concluir o ensino médio, Fernanda ingressou no curso de direito pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). “Quando estava na associação, eles fizeram um teste vocacional. Foi legal, porque conheci muita profissão que achava ser distante da minha realidade. Sempre vi o direito como algo bem elitizado, difícil de entrar. Eles me fizeram ver diferente.”
Hoje, já graduada, Fernanda estuda para ser aprovada em um concurso público. “Quando tiver minha estabilidade financeira garantida, pretendo voltar para a Oportunize, agora contribuindo para melhorar o futuro de outros jovens. Tem muita gente boa por aí, precisando de uma oportunidade,” finaliza.
Beatriz e Fernanda estão entre as 80 pessoas que receberam apoio da Oportunize, organização criada por amigos em 2005 que tem como objetivo financiar cursos pré-Enem e profissionalizantes a jovens e adultos carentes. “A Oportunize foi criada por um grupo de amigos que queria ajudar pessoas carentes, muitas vezes pais e mães de família, dando-lhes uma oportunidade para ingressar no ensino superior ou fazer um curso profissionalizante para trabalhar posteriormente. É um trabalho de formiguinha, uma ajuda pequena, mas que faz toda a diferença na vida dessas pessoas,” declara Flávia Unnenberg, uma das fundadoras da associação.
Os recursos para custear os sonhos desses jovens vem do bolso de pessoas voluntárias. Todo mês, os membros da Oportunize contribuem com uma quantia fixa de R$80, que é destinada para custear os cursos. Interessados em ajudar podem visitar o site da instituição e contribuir com o valor desejado.
A seleção atual ocorre até 15 de setembro. Pessoas acima de 16 anos, de baixa renda, devem entrar no site da associação e preencher o formulário. Depois, os candidatos passarão por quatro etapas seletivas, todas eliminatórias. Dentre as etapas, está uma prova de português e matemática para os que querem ingressar em um curso pré-Enem, além de teste psicológico e entrevista com todos.
Serviço
Seleção para jovens que receberão auxílio da Associação Oportunize para ingressar em cursos profissionalizantes ou superior.
Data: de 1º a 15 de setembro.
Informações: http://www.oportunize.org
O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …