Destaque

Choram porque amam

Padre Geovane Saraiva* Como é bom rezar e colocar em primeiro lugar o mistério da redenção! Nem sempre, porém, sabemos rezar e nem d...

20 de setembro de 2019

Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) divulga datas da edição de 2020

Por Folhapress


18ª edição do evento está marcada para ocorrer de 29 de julho a 2 de agosto de 2020; autor homenageado ainda não foi anunciado


Durante 5 dias do próximo ano, Paraty volta a sediar o mais importante evento literário do Brasil
A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) do próximo ano teve suas datas confirmadas: a 18ª edição do evento está marcada para ocorrer de 29 de julho a 2 de agosto de 2020.
O próximo autor homenageado, contudo, ainda não foi divulgado. O festival também não confirma se a editora Fernanda Diamant seguirá na curadoria.
Diamant esteve à frente da programação deste ano, que homenageou Euclides da Cunha e foi marcada pela alta voltagem política e pelo protagonismo de autores negros, caso da portuguesa Grada Kilomba, que teve o livro mais vendido da edição –d os 5 autores mais vendidos na Flip deste ano, 4 eram negros e 1 era indígena.
MAIS VENDIDOS NA FLIP DE 2019
Dados da Livraria da Travessa, até o dia 13 de julho

"Memórias da Plantação - Episódios de Racismo Cotidiano" - Grada Kilomba (Cobogó)
"Fique Comigo" - Ayobami Adebayo (HarperCollins)
"Ideias para Adiar o Fim do Mundo" - Ailton Krenak (Companhia das Letras)
"Também os Brancos Sabem Dançar" - Kalaf Epalanga (Todavia)
"Meu Pequeno País" - Gaël Faye (Rádio Londres)
"Sobre o Autoritarismo Brasileiro" - Lilia M. Schwarcz (Companhia das Letras)
"Uma Noite, Markovitch" - Ayelet Gundar-Goshen (Todavia)
"Maternidade" - Sheila Heti (Companhia das Letras)
"Lugar de Fala" - Djamila Ribeiro (Pólen)
"O Oráculo da Noite: A História e a Ciência do Sonho" - Sidarta Ribeiro (Companhia das Letras)


Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário