Pular para o conteúdo principal

Museu do Ipiranga celebra feriado com 10 horas de programação cultural

Para celebrar os 197 anos da Independência do Brasil, comemorado no dia 7 de setembro, o Museu do Ipiranga e o Sesc Ipiranga promovem 10 horas de programação cultural ininterrupta e gratuita. O evento pretende valorizar a diversidade do país com grupos que celebram a cultura popular.
Além da celebração da Independência do país, o evento pretende também marcar o processo de renovação e restauração do museu, com o anúncio da construtora vencedora da concorrência para as obras e a assinatura do contrato. As obras de renovação do museu terão início ainda neste ano.
O Museu do Ipiranga foi construído entre 1885 e 1890 e está localizado dentro do Parque Independência, local onde possivelmente foi dado o Grito do Ipiranga. Concebido como um monumento à Independência, ele se tornou a sede do Museu do Estado em 1895, sendo o museu público mais antigo de São Paulo. A partir de 1963, passou a ser administrado pela Universidade de São Paulo (USP). Desde agosto de 2013 o museu está fechado à visitação pública por causa de desgastes naturais na edificação.
Imagens do Museu do Ipiranga.
Museu do Ipiranga - Diogo Moreira/Divulgação Governo de São Paulo

O evento

A festa tem início às 10h e conta com apresentações de teatro, circo, cortejos, samba, ciranda, intervenções, passeios guiados, shows e batalha de rimas. As atividades contam também com dois concertos: um apresentado pela Orquestra Jazz Sinfônica, as 14h30, em homenagem ao músico João Gilberto; e outro pela Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (Osusp), junto com o coral da USP (Coralusp), que vai apresentar o Hino Nacional Brasileiro, o Hino à Independência e obras dos compositores brasileiros Heitor Villa-Lobos e Carlos Gomes.
Às 10h, o público presente poderá acompanhar um passeio guiado para conhecer a história do museu e do parque. Às 13h, a Lavagem com Flores e Perfumes vai reunir sambadeiras e percussionistas entoando cantigas e derramando perfume e flores na escadaria da praça cívica.
Haverá atividades também para o público infantil, como a apresentação do espetáculo Histórias do Brasil, que conta a história da chegada de Pedro Álvares Cabral à América até os dias atuais. Também haverá uma caminhada para reconhecimento da vegetação do parque com tradução em libras. Uma batalha de rimas com temas ligados ao Museu do Ipiranga e ao 7 de setembro está marcada para as 16h30.
O evento acontece em diversos pontos do Parque Independência, que compreende o Museu do Ipiranga, a Casa do Grito, a Praça Cívica, o Monumento à Independência, o Jardim e o Riacho do Ipiranga.
A programação do evento poderá ser consultada no site do museu.
Agência Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …