Pular para o conteúdo principal

A lista completa dos vencedores do Prêmio Jabuti 2019

Por G1
Fernanda Young recebeu um Jabuti póstumo nesta quinta-feira (28) pelo livro "Pós-F: Para Além do Masculino e Feminino".
Estela May, filha de Fernanda, subiu ao palco para receber o prêmio na categoria Crônica. A atriz, escritora e roteirista morreu aos 49 anos, em agosto.
Os vencedores da 61ª edição do prêmio Jabuti foram anunciados em cerimônia no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo. Veja lista completa abaixo.
Estela May, filha de Fernanda Young, postou uma foto com o prêmio Jabuti e escreveu "Viva mamãe!" nesta quinta (28) — Foto: Reprodução/Instagram/E.mymEstela May, filha de Fernanda Young, postou uma foto com o prêmio Jabuti e escreveu "Viva mamãe!" nesta quinta (28) — Foto: Reprodução/Instagram/E.mym
Estela May, filha de Fernanda Young, postou uma foto com o prêmio Jabuti e escreveu "Viva mamãe!" nesta quinta (28) — Foto: Reprodução/Instagram/E.mym
"Uma história da desigualdade: a concentração de renda entre os ricos no Brasil 1926 - 2013", de Pedro H. G. Ferreira de Souza, foi eleito o livro do ano. A obra também foi premiada na categoria Humanidades.
Com a conquista, o autor ganha R$ 100 mil. Ele foi escolhido entre os ganhadores do prêmio Jabuti 2019, que é organizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL).
São 19 categorias divididas em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação. Este último contempla ações de incentivo à leitura. Neste ano, o prêmio recebeu 2,1 mil inscrições.

Vencedores do Prêmio Jabuti 2019

Literatura

Conto: "Um beijo por mês" | Autor(a): Vilma Arêas | Editora(s): Luna Parque
Crônica: "Pós-F: para além do masculino e do feminino" | Autor(a): Fernanda Young | Editora(s): LeYa
Histórias em Quadrinhos: "Graphic MSP" - Jeremias: Pele | Autor(a): Rafael Calça, Jefferson Costa | Editora(s): Panini, Mauricio de Sousa
Infantil: "A Avó Amarela" | Autor(a): Júlia Medeiros, Elisa Carareto | Editora(s): ÔZé Editora
Juvenil: "Histórias guardadas pelo rio" | Autor(a): Lúcia Hiratsuka | Editora(s): Edições SM
Poesia: "Nuvens" | Autor(a): Hilda Machado | Editora(s): Editora 34
Romance: "O pai da menina morta" | Autor(a): Tiago Ferro | Editora(s): Todavia

Ensaios

Artes: "Arte popular brasileira: olhares contemporâneos" | Autor(a): Vilma Eid (org.), Germana Monte-Mór (org.) | Editora(s): Editora WMF Martins Fontes, Instituto do Imaginário do Povo Brasileiro
Biografia, Documentário e Reportagem: "Jorge Amado: uma biografia" | Autor(a): Joselia Aguiar | Editora(s): Todavia
Ciências: "A caminho de Marte: a incrível jornada de um cientista brasileiro até a NASA" | Autor(a): Ivair Gontijo | Editora(s): Editora Sextante
Economia Criativa: "101 dias com ações mais sustentáveis para mudar o mundo" | Autor(a): Marcus Nakagawa | Editora(s): Editora Labrador
Humanidades: "Uma história da desigualdade: a concentração de renda entre os ricos no Brasil 1926" - 2013 | Autor(a): Pedro H. G. Ferreira de Souza | Editora(s): Hucitec Editora Ltda

Livro

Capa: "Revela-te, Chico: uma fotobiografia" | Capista: Augusto Lins Soares | Editora(s): Bem-Te-Vi Produções Literárias
Ilustração: "Chão de peixes" | Ilustrador(a): Lúcia Hiratsuka | Editora(s): Pequena Zahar
Impressão: "Roberto Landell de Moura, o precursor do rádio" | Responsável: Rodrigo Moura Visoni | Editora(s): Tamanduá
Projeto Gráfico: "Clarice" | Responsável: Felipe Cavalcante | Editora(s): Global Editora
Tradução: "Sobre isto" | Tradutor(a): Leticia Mei | Editora(s): Editora 34

Inovação

Fomento à Leitura: "Leia para uma Criança" | Responsável: Dianne Cristine Rodrigues Melo | Editora(s): Itaú Social
Livro Brasileiro Publicado no Exterior: "A resistência" | Autor(a): Julián Fuks | Editora(s): Companhia das Letras, Charco Press

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …