Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Teatro Carlos Câmara recebe a “Ocupação Tradição – do Cariri à Fortaleza”

Atividades da Ocupação seguem até maio de 2020, com programação focada no intercâmbio artístico voltado para o fazer cênico
O Teatro Carlos Câmara, equipamento da Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará (SECULT), receberá novo projeto a partir do dia 29 de novembro: Ocupação Tradição – Do Cariri a Fortaleza. A programação propõe um intercâmbio entre grupos e artistas da região do Cariri, da capital e de outros municípios do Estado com espetáculos de artes cênicas, música e folguedos, em um diálogo multicultural de linguagens artísticas. A ocupação de seis meses tem o objetivo de fomentar e dinamizar o fazer cênico, estabelecendo conexões entre o erudito e o popular.
Para abrir esta temporada, a Associação Movimentos, instituição selecionada através do Edital de Chamamento Público para Seleção do Programa de Ocupação Artística e Cultural do Teatro Carlos Câmara – 2018, preparou uma programação que traz um pouco da magia e saberes da cultura do Cariri ao teatro. Na sexta-feira (29), a partir das 18h, no hall, o Programa Canto Popular reúne as Mestras Cacique Pequena (da tribo Jenipapo Kanindé – Aquiraz), Mazé (Reisado do Cariri) e Mãe Zimá (Umbanda Brasileira – Fortaleza) em rituais, bênçãos e apresentações.
Em seguida, sobe ao palco do teatro a Opereta Popular Canto de Reis, que conta com vários dos Tesouros Vivos da Cultura no elenco. Para encerrar a noite, haverá a Terreirada Cearense, com a Banda Cabaçal Irmãos Aniceto. A programação é gratuita.
“A Ocupação Tradição é resistência, força e fé! Ampliando o diálogo entre a capital e interior, numa ação que compreende uma extensão de tempo onde o projeto traz a tradição do nosso Cariri traduzida em folguedos, Mestres e Mestras da cultura, a arte e a cultura amalgamada nesse templo Cariri. A força dos grupos do estado de diferentes linguagens e qualidades artísticas que representam não só a capital, mas o “Brasil profundo” no dizer do grande ex-ministro Gilberto Gil. A Ocupação Tradição representa essa aproximação. É com muita satisfação que vamos realizar uma extensa programação para todos os gostos. Penso que tudo isso converge para potencializarmos, no dizer do nosso Secretário da Cultura Fabiano Piúba, a “luz acesa” que o Ceará representa para o Nordeste”, afirma Beth Fernandes, coordenadora da Ocupação.
Esta é a primeira vez que uma instituição fora de Fortaleza ganha o edital de ocupação do Teatro Carlos Câmara. Originária de Juazeiro do Norte, a Associação Movimentos atua há 7 anos na região do Cariri desenvolvendo projetos culturais e artísticos com foco em intercâmbios e trocas culturais. É justamente este espírito que permeia toda a programação que será executada no teatro no período de trabalho: pensar, atuar e provocar a cultura de tradição na perspectiva de circularidade cultural, propondo um diálogo entre erudição e o popular, o tradicional e o moderno, nas manifestações culturais da sociedade.
A Ocupação Tradição está estruturada em três eixos que interlaçam linguagens e produtos artísticos e culturais: Cenação, voltada para as artes cênicas, que propõe um intercâmbio entre grupos locais e nacionais; Canto Popular, que une música e literatura, por onde ecoarão os sons e cantos dos Mestres da Cultura e de Repentistas, aliando performances a sons eruditos e populares; e Tradição Integrada, que focará nos folguedos e seus rituais e levará a cultura popular tradicional para um diálogo com as linguagens da fotografia, artes visuais e audiovisual.
Para levar este desafio adiante, a Associação Movimentos selecionou 28 grupos artísticos dos municípios de Fortaleza, Maracanaú, Juazeiro do Norte, Crato, Russas, Itapipoca, Baturité, Aquiraz e Capistrano que irão compor a programação do período da ocupação, refletindo um mosaico cultural que contempla desde os Mestres de tradição popular e demais artistas aos articuladores, produtores e gestores culturais, além do público. As atividades ocorrerão de terça a sábado e serão todas gratuitas.
Serviço:
Abertura da Ocupação Tradição – Do Cariri a Fortaleza
Local: Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454 – Centro)
Data: 29/11 (sexta-feira)

Programação: 18h – Programa Canto Popular – Mestras da Cultura do Ceará Cacique Pequena (da tribo Jenipapo Kanindé – Aquiraz), Mazé (Cariri) e Mãe Zimá (Umbanda Brasileira – Fortaleza); 19h – Opereta Popular Canto de Reis; 20h30 – Terreirada Cearense – Banda Cabaçal Irmãos Aniceto.
Gratuito
Mais informações: 3254.5542   
Seculte Ce

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho

Como celebração dos 119 anos de José Lins do Rego, Global relança sua obra