Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Três mulheres vencem o prêmio Oceanos de literatura

SÃO PAULO
A escritora portuguesa Djaimilia Pereira de Almeida foi anunciada a vencedora do prêmio Oceanos deste ano, com o livro "Luanda, Lisboa, Paraíso", publicado pela Companhia das Letras.

O prêmio de literatura em língua portuguesa paga ao vencedor R$ 120 mil e foi anunciado em cerimônia no Itaú Cultural, em São Paulo, na manhã desta quinta-feira (5).

Em seu segundo romance, Almeida narra a viagem de um pai com seu filho de Luanda para Lisboa, em direção à favela de Paraíso, para que esse pai passe por um tratamento médico em Portugal nos anos 1980.

Segundo o júri, "Djaimilia Pereira de Almeida compõe, através de linguagem viva, um relato sensível sobre as ilusões e desilusões do mundo pós-colonial".

Nesta edição, o Oceanos passou a premiar três livros, e não mais quatro. Com isso, três mulheres foram anunciadas vencedoras.

Em segundo lugar ficou "Eliete" (Tinta da China), da portuguesa Dulce Maria Cardoso. Em terceiro, "Sorte" (Moinhos), da brasileira Nara Vidal. Elas receberam R$ 80 mil e R$ 50 mil, respectivamente.

Criado em 2003, o prêmio era chamado Portugal Telecom até 2014. Na edição deste ano, 1.467 livros foram inscritos e analisados inicialmente por 72 jurados.

Entre os dez finalistas, estavam nove romances e um livro de contos —escritos por cinco autores brasileiros, quatro portugueses e um angolano. Além das vencedoras, concorriam nomes como Pepetela, Cristovão Tezza e Nei Lopes.

As ganhadoras foram eleitas por um corpo de jurados composto pelos portugueses Daniel Jonas e Manuel Frias Martins e pelas brasileiras Eliane Robert Moraes, Maria Esther Maciel e Veronica Stigger.

Folha de S. Paulo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira