Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

A cidade

Por Paulo Eduardo Mendes - Jornalista

Estacionamos numa bucólica cidade do interior e ali fizemos um pouso para uma semana de lazer. Brincar, comer, sonhar e acordar, renovado e de alma pura. Pela manhã, um galo cantou "encabulado" sem executar seu conto completo... Parecia engasgado! Cantou ou fez que cantava durante um breve tempo. Nenhum outro galo respondeu! Daí a pouco surge um arremedo de canto só de uma nota "có" e nada mais! Os galos recolhidos com medo de cantar. Pode haver constatação mais óbvia de que está tudo mudado? A falta de um "cocoricó" para nos despertar talvez seja um prenuncio da vitória do celular com "Google" trazendo a sonorização que se deseja para um acordar "diferente" e logo segurar o celular para as pesquisas de campo! Dedos hábeis digitam em teclado minúsculo as mensagens que não falam, mas dão o recado direitinho. Há romance nesta forma do viver eletrônico? Parece que sim. Os namorados, casais de todo tipo, têm a comunicação agora nas pontas dos dedos. Aqui e acolá um sorriso enquanto o outro joga um "carteado".

Quanta diferença no mundo de hoje. Se não entramos no "jogo", ficamos totalmente de fora da convivência com os mais jovens. A cidade já não tem encantos. Os sons naturais estão transformados em músicas invasivas de estridência aberrante. Há exceções. No meio de tanta tecnologia, pedimos a uma criança que tentasse captar o canto de Yma Sumac, a garota espantada disse: Yma de quê? - Yma Sumac, respondemos. Ela encontrou o ponto mágico da cantora Inca. Foi um espanto geral dos que nos cercavam. Retiramo-nos de mansinho e, no outro dia, encontramos a turminha jovem escutando Yma Sumac. A princesa Inca produziu o milagre da sensibilização e descobrimos que a educação ainda existe e é o caminho para vencer obstáculos! Nem tudo está perdido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mestra da Cultura do Ceará, artesã Dona Zefinha morre no Cariri

Livro resgata conteúdo de cartas recebidas por João Goulart

REFLETINDO SOBRE A EDUCAÇÃO