Livro defende que OVNIS seriam pilotados por humanos do futuro

De acordo com um livro publicado recentemente, “Identified Flying Objects: A Multidisciplinary Scientific Approach to the UFO Phenomenon” (“Objetos Voadores Identificados: Uma Abordagem Científica Multidisciplinar para o Fenômeno OVNI” em tradução livre), os OVNIs – objetos voadores não-identificados que vira e mexe fazem aparições misteriosas e frequentemente são associados a seres alienígenas –, em vez de serem pilotados por possíveis visitantes extraterrestres, seriam, na verdade, veículos conduzidos por humanos vindos do futuro durante viagens no tempo.

Viagem no tempo

Na realidade, essa ideia de que os OVNIs poderiam ser naves com pessoas do futuro não é nova e conta com uns tantos quantos seguidores – entre eles Michael Masters, que resolveu dedicar um livro inteirinho para defender essa teoria. Masters, por sinal, não é um maluco qualquer, senão que é professor de Antropologia Biológica na Universidade de Montana, nos EUA, e acredita que essa proposta dos viajantes no tempo consiste na explicação mais simples para o avistamento de objetos voadores bizarros.
Aliás, segundo Leonard David, do site Space.com, em seu livro, Masters propõe que uma possibilidade seja que os humanos do futuro sejam cientistas que, assim como os pesquisadores de hoje – que participam de expedições e escavações para coletar e estudar artefatos, fósseis, esqueletos e ruinas deixadas por nossos antepassados –, decidiram voltar no tempo para aprender sobre a história e a evolução da nossa civilização.
Sendo assim, esses humanos do futuro formariam equipes de linguistas, historiadores, antropólogos, arqueólogos etc. cujo objetivo é o de estudar e compreender melhor o seu passado. Além disso, Masters acredita que a teoria dos viajantes no tempo inclusive oferece explicação para as famosas abduções – uma vez que, de acordo com a maioria dos relatos, os encontros lembram bastante exames clínicos.
E mais: segundo Leonard, Masters também defende a ideia de que, além de equipes de cientistas e investigadores, é possível que também exista toda uma indústria focada em atender “turistas do tempo”. Ou você vai dizer que não viajaria ao passado ou futuro se tivesse a oportunidade?
Obviamente, para tornar essas viagens todas possível, a tecnologia necessária teria de ser – ou ter sido – desenvolvida antes. Mas, em caso positivo, certamente haveria muitos humanos do futuro dispostos a turistar em diferentes épocas e provavelmente pagar bastante por isso. E você, o que acha?
Via Tecmundo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pague Menos prorroga prazo de inscrição de concurso literário

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira