Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Esperança

Por Paulo Eduardo Mendes - Jornalista

Roteiro. Pauta de assuntos agendados. Agenda Cristã. Tudo de roldão num livrinho de folhas brancas. Caderno apropriado para anotações livres. Trabalho sutil para ordenar ideias. Motivação por escrito, a fim de organizar execuções de tarefas. Agenda Cristã. Acréscimo nosso para suavizar os textos de livre escolha. Roteirizar mesmo. Buscar o detalhe para o fiel desempenho da atividade de comunicador. Tentativa de ajudar. Jornalismo informativo nos cânones do bem. Traço de união entre o redator e o leitor. Trazer o Cristo para o complemento da agenda. Forma humanizada de elencar assunto capaz de despertar interesse.
Crônica do bem. Esperança de laborar a concórdia. Recados suaves. Desprezar a tônica de violência que provoca manchetes. Proceder com inteligência racional como medicação preventiva. Evitar os males advindos das situações perigosas. Revelar que é possível ser forte na luta de cada dia. Usar o verbo com segurança. Mostrar educação de berço. Nem tudo está perdido. Colaborar nos serviços de compreensão.
A agenda Cristã tem o escopo de trazer o delineamento do que fazer em ordem. O mote de situar o nome de Cristo traz a perpetuação da fraternidade tão necessária para viver bem. Escrever para jornal é a forma que mais se assemelha à correspondência epistolar.

Carta aberta cuja resposta pode vir em exemplo. Mudar um pouquinho o sistema. Desprezar a obrigação de responder. Basta agir. Sair do meio da multidão. Sozinho dizer: posso escrever o meu roteiro. Posso pensar, sem copiar da “rede”. A resposta via internet não vale. Usar o pensamento e a liberdade de expressão. Falar. Repetir. Dar folga ao modo de digitar tão impessoal que vem dominando o mundo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mazagão: terra árida e abençoada

Desabafo da Língua Portuguesa

Dalai Lama está com raiva