Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Não temos o controle do tempo

Carlos Delano Rebouças
O HOMEM, UMA ÁRVORE
Que extraordinário seria se pudéssemos alterar o tempo, não é? Voltá-lo, quem sabe, quando assim quiséssemos recontar a história de nossas vidas de outra forma, bem distante da realidade vivida, totalmente na contramão de tudo que queríamos. Um desejo louco, eu sei, mas que, às vezes, nos leva a pensar que nossa vida poderia ser bem diferente.

Às vezes, também, desejamos possuir o dom de adiantar o tempo. Mais ou menos como se estivéssemos assistindo a um filme no qual, em um determinado momento do seu enredo, acontecesse algo que não gostássemos ou não fizesse nos sentir bem e, com apenas um click, pudéssemos adiantar aquela parte indigesta, privando-nos de ver algo que não nos agradasse.

Que pena que a vida não é assim, ou seja, nem podemos voltar no tempo para fazer determinados ajustes, nem mesmo adiantá-la diante dos dissabores surgidos à espera de dias melhores. Temos sim, na verdade, de viver todos os seus momentos (sejam quais forem), visto que, de repente, surgem as adversidades (esperadas ou não), ante as decisões tomadas, e nem sempre pensadas, mas que insistimos, às vezes, em querer culpar o acaso como o único responsável, embora a sua existência não seja bastante questionada. 

Fato é que precisamos estar preparados para lidar com os rumos que damos a vida, esquecendo de vez que não podemos alterar o fluxo normal estabelecido para ela. Que os erros do passado nos sirva de ensinamento e nos prepare para corrigi-los já no presente, fazendo com que o cuidado com o futuro seja ainda maior, embora a Deus pertença.

*Professor de Língua Portuguesa e redação, conteudista, palestrante e facilitador de cursos e treinamentos, especialista em educação inclusiva e revisor de textos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Política e dinheiro

O caminho do vírus