Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Os absurdos do cotidiano

Livro cria um universo particular para retratar os pecadilhos do dia a dia em narrativas breves
Em seu segundo livro de contos, Histórias mínimas (Kafka Edições, 74 pp, R$ 25), o escritor e jornalista Jonatan Silva examina o abismo que separa vida e arte. Os contos que dão forma ao livro são narrativas breves e uma ode ao absurdo do cotidiano, às mudanças do dia a dia e aos pecadilhos que consomem tudo e todos. Alfinetes, o conto que abre o volume, é uma narrativa sobre a loucura e a obsessão, sobre a ideia estar preso em lugar que não é o seu. A Flor é uma tentativa de escape, um grito de socorro diante dos escombros que teima em soterrar as pequenas esperanças. Em Neve, Silva propõe uma reflexão sobre as contradições e conversões que dão corpo à sociedade e durante todo a obra, cria um universo particular e que oscila entre luz e sombra.

Via PublishNews

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho

Mensagem do Pe. Geovane: Como ajudar e fazer doações à paróquia na crise da pandemia.

Goethe e o Oriente