Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Morre Daniel Novaes

Jacaré, como era conhecido, faleceu na noite da última segunda. Começou trabalhando como vendedor na Livraria Cultura e fez diversos amigos no mundo do livro. Leonardo Neto é um deles e escreve sobre o amigo.
Daniel em Praga. Foi de lá que ele me escreveu pela última vez. Queria saber onde podia ser feliz na capital tcheca | Instagram
Daniel em Praga. Foi de lá que ele me escreveu pela última vez. Queria saber onde podia ser feliz na capital tcheca | Instagram
Dia desses, num exercício de inversão de papeis, eu fui entrevistado. Do outro lado da telinha, como bem manda o figurino de 2020, Volnei Canônica me perguntava qual a notícia que eu gostaria de dar. Eu respondi, de novo, invertendo as coisas: falei da notícia que eu não gostaria de dar. “Meu grande medo, Volnei, tem sido ter que noticiar a morte de um amigo em decorrência dessa doença”, eu disse emocionado, botando a mão na boca, como se quisesse me censurar.
Na noite passada, morreu um amigo muito querido. Não foi vitimado pela covid-19, mas por uma infecção bacteriana que dominou o seu corpo, mas a tristeza é igual. Daniel Novaes, ou Jacaré como nós carinhosamente o chamávamos, era uma pessoa solar. Dessas que exalam alegria. A nossa última conversa, ele estava em Praga e me escreveu perguntando “onde eu posso ser feliz aqui?”. Dei dicas de lugares pra ir, comer, beber, ver e ser visto. O nosso último encontro foi dos mais felizes. São essas as lembranças que quero guardar.
Daniel começou a sua carreira no livro em 2006, como vendedor na Livraria Cultura. Em 2016 seguiu para a BookPartners, onde fez carreira e saiu pouco antes da falência da empresa. Havia pouco mais de 11 meses que estava num novo emprego, fora do mercado do livro.
Vai deixar saudades.
Via PUBLISHNEWS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre o acadêmico Murilo Melo Filho

Goethe e o Oriente

Mensagem do Pe. Geovane: Como ajudar e fazer doações à paróquia na crise da pandemia.