Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Brás Cubas bilíngue

Landmark publica edição bilíngue de uma das mais importantes obras de Machado de Assis
Publicado pela primeira vez entre março e dezembro de 1881 no formato de folhetim, Memórias póstumas de Brás Cubas – The posthumous memoirs of Bras Cubas (Landmark, 424 pp, R$ 57 - Trad.: Doris Goettems) revolucionou a literatura brasileira através da subversão dos padrões literários de então, com a adoção de um número grande de capítulos, muitos deles curtos, alguns com apenas algumas linhas, e uma linguagem própria que o aproxima das primeiras manifestações modernistas do século seguinte. O livro tem como marcas um tom cáustico e é o primeiro de um novo estilo dentro da obra de Machado de Assis, apresentando audácia e inovação temática dentro do cenário literário nacional. Além de apresentar uma crítica sutil, divertida e colorida sobre a sociedade burguesa do Rio de Janeiro do século XIX e revelar a grande inteligência de Machado de Assis, Brás Cubas reconta e reconstrói a sua vida, os seus amores e os seus fracassos, ao mesmo tempo em que revela os labirintos da alma humana.

Via Publishnews 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mazagão: terra árida e abençoada

Desabafo da Língua Portuguesa

Dalai Lama está com raiva