Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

São João Batista

Natividade de São João Batista - Instituto Hesed
Foto: https://institutohesed.org.br/natividade-de-sao-joao-batista/
Padre Geovane Saraiva*
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, mesa e área internaQue a criatura humana, por ocasião dos festejos do nascimento de São João Batista, em profundidade e riqueza de seus ensinamentos, saiba que a bondade de Deus é dom e graça, numa resposta repleta de acolhida e docilidade. Ele veio ao mundo para dar testemunho da luz, sendo grande diante do Senhor. Também cheio do Espírito Santo, desde o seio materno, alegrou a muitos com sua vinda ao mundo (cf. Lc 1, 15). O maior entre os nascidos de mulher quer nos ensinar, mas indignado, o sentido do que é essencial à fé, diante do clamor por justiça e paz, nas pessoas desfiguradas por toda extensão da terra.

Mais do que nunca, é imprescindível o Espírito de São João Batista, que denuncia caminhos tortuosos e falsos, como nas palavras do profeta: “Eu te constituí hoje sobre reinos e povos com poder para extirpar e destruir, para devastar e derrubar, para construir e plantar” (Is 1, 10). O misterioso projeto de Deus, a respeito da salvação da humanidade, passa por São João Batista, que, na alegria do seu nascimento, já deixa óbvio que somos chamados a percorrer os caminhos do Senhor.

Desse modo, inspirados na figura do glorioso São João Batista, defensor da verdade e da justiça, na promessa de tempos bons e um futuro muito promissor para a humanidade, saibamos, conscientes, olhar o mundo longe dos traços de profundas desigualdades, com o mesmo olhar e sonho do precursor. Nele nossa esperança está no seu prenúncio de tempos novos e messiânicos, na instauração do Reino de Deus, sendo que a humanidade é chamada a travar aquele atlético e forte duelo: o de sair das trevas e experimentar, com grande disposição, a luminosidade verdadeira, luz esta dadivosa e misteriosa, ao exultar com a chegada do Salvador da humanidade, na revelação do Cordeiro redentor, aquele que tira o pecado do mundo.

Seu grande trunfo consistiu no anúncio da vinda do Cordeiro de Deus, e também no vibrante convite de acordar o povo do sono, muitas vezes profundo. Ele nos ensina o caminho da justiça e da solidariedade, seu legado maior: que lutemos a favor da vida, fazendo-nos um com Deus, no ânimo e no destemor de descer ao doloroso abismo, no qual se encontra a humanidade, na esperança e no amor. Assim seja!

*Pároco de Santo Afonso, Blogueiro, Escritor e integra a Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mazagão: terra árida e abençoada

Desabafo da Língua Portuguesa

Dalai Lama está com raiva