Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Nova campanha quer levantar fundos para livrarias, editoras e autores independentes

Fundo + LIVROS, capitaneado pelo Catarse, já arrecadou R$ 432 mil com apoio de empresas como Amazon, Companhia das Letras, Storytel e TAG
Entrou no ar nesta quarta-feira (15) a campanha + LIVROS que vai compor um fundo de apoio a livrarias, editoras e autores independentes. A campanha chega ao público já com mais de R$ 432 mil arrecadados com apoio de empresas parceiras. Entre elas, estão a Amazon, o Grupo Companhia das Letras, a Storytel e a TAG. A meta é atingir a marca de R$ 750 mil. Para isso, a campanha oferece uma série de benefícios: desde marcadores de página e nome na lista pública de apoiadores (R$ 15) até a ativação da marca de empresas como parceiras do fundo, com post institucional na página do Catarse e inserção da marca na página da campanha (R$ 5 mil). Há ainda recompensas como cupons de descontos para livros impressos, e-books, audiolivros, e mentorias profissionais.
Ao mesmo tempo em que arrecada dinheiro, a campanha abre inscrições para beneficiários. As editoras que queiram concorrer precisam ter sido fundadas há pelo menos um ano, não receber patrocínio de empresas e ter faturamento de até R$ 300 mil. Para as livrarias, o requisitos são: fundação há menos de um ano, ter no máximo uma loja física e/ou virtual; não podem fazer parte de rede de livrarias ou serem franquias e também não podem ter patrocínio de empresas e nem ter apurado faturamento superior a R$ 300 mil. Já para os autores independentes, os critérios são: ter se lançado no mercado há, pelo menos, um ano; ter publicado e colocado à venda, no formato impresso ou digital, pelo menos uma obra inédita nos últimos 12 meses, de forma independente e/ou por meio de pequenas editoras e não podem ter renda superior a R$ 81 mil anuais. As inscrições estão abertas até o próximo dia 31. 
Um corpo técnico irá avaliar cada uma das inscrições e validar a participação de cada um dos beneficiários. A diversidade geográfica, de linguagens, gênero e temáticas serão levadas em conta na seleção. Os contemplados vão receber doações em dinheiro (R$ 2 mil para autores e R$ 5 mil para editoras e livrarias) e em serviços de fornecedores parceiros (espaço gratuito de divulgação no canal Vá Ler um Livro para autores e editoras). Quanto mais recursos a campanha arrecadar, mais profissionais e pequenas empresas serão beneficiadas. O Catarse calcula que serão contemplados pelo menos 150 autores, editoras e livrarias. A lista preliminar dos contemplados deve ser divulgada até o dia 30 de agosto e a lista final, até o fim de setembro, após a análise das documentações.
O documento com os termos e condições de uso do fundo sugere que os beneficiados apliquem os recursos em ações de gestão e estratégia e de agradecimento à comunidade, tais como: transformar o catálogo em e-book ou audiobook; investir em ações de marketing; abertura de loja on-line própria; pagamento de fornecedores e salários; doação de exemplares a bibliotecas comunitárias e escolas públicas; ações de incentivo à leitura, e liberação de vouchers de desconto.
“Acreditamos que essa iniciativa, desenhada com a colaboração de diversas mentes do mercado, pode realmente fazer a diferença nos negócios contemplados, não apenas pelo valor que será doado, mas, principalmente, pelas conexões que pretendemos estimular dentro da cadeia profissional”, afirma a diretora de Publicações do Catarse, Raíssa Pena, que estará no ColabPublishNews desta sexta-feira (17), ao lado de Felipe Castilho, um dos membros do corpo técnico que avaliará os autores independentes a serem beneficiados. O Colab é a série que tem apresentado soluções para o setor diante do cenário da pandemia. A transmissão acontece às 14h pela página do PublishNews no Facebook.
Para acessar a página da campanha, clique aqui.
Via Publishnews 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lampião: como o assassino brutal construiu a imagem de herói

Oficina Raquel e Jandaíra lançam coletânea de poemas e ensaios eróticos

Vocação a serviço da vida